Jogos de RPG

18/05/2011 12h17 - Atualizado em 14/07/2011 06h47

Venda de jogos usados é pior que pirataria, dizem criadores de Fable

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Muitos jogadores, especialmente no Brasil onde os preços dos jogos são tão altos, acreditam que ao invés de piratear seus títulos preferidos e ferir a indústria, podem segurar um pouco a vontade e comprá-los usados por um preço menor um tempo depois do lançamento. No entanto, para a Lionhead, criadores da série Fable, você não está ajudando. 

Fable III  (Foto: Divulgação)Fable III (Foto: Divulgação)

Mike West, designer de combate em Fable III, falou: “Pirataria nos dias de hoje no PC é provavelmente menos problemática que as vendas de segunda mão no Xbox [360]. Eu tenho trabalhado em jogos de PC por muitos anos e pirataria é sempre um problema. Há muitas pessoas honestas lá fora também, e se eles gostarem do seu jogo eles comprarão”. 

“Os piratas, o que quer que você faça em qualquer sistema, eles vão crackear“, disse ele, e continuou: “Alguém vai crackear em algum lugar e não há muito que você possa fazer a respeito”. 

“É simplesmente uma situação deprimente em que nós estamos onde as pessoas não acham que vale a pena gastar dinheiro em jogos de computador. O que eles estão fazendo é garantindo que haja menos jogos sendo lançados no futuro e mais pessoas sem trabalho, o que é uma coisa terrível”, complementou o designer. 

“A menos que você sente com um pirata cara a cara e tenha uma conversa sobre o que ele faz, eu não acho que nada irá pará-los. Mas como eu disse, vendas de segunda mão nos custam mais do que pirataria a longo prazo nesses dias”, encerrou. 

As empresas andam zangadas com a venda de jogos usados, pois mais usuários tem acesso ao seu produto pagando para elas apenas uma vez, a partir da qual quem lucra com a compra e venda de usados são as lojas que revendem os títulos e não as produtoras. 

Alguns criadores de jogos já expressaram sua opinião sobre pirataria, opinião que provavelmente também se aplica à reclamação da Lionhead. Ben Murch, desenvolvedor de Just Cause, comentou: “Pirataria não seria tanto um problema se houvesse melhores jogos de PC por aí”. 

Marcus Persson, criador do jogo independente Minecraft para PC, o qual já vendeu dois milhões, uma vez disse: “Não existe tal coisa como venda perdida” e “Faça seu jogo durar mais do que uma semana”. 

Via Eurogamer

Thor (Foto: r)
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Carlos Junior
    2013-12-15T00:25:00

    Faço questão de baixar jogos piratas enquanto a indústria continuar a investir em formas de se meter no que o usuário faz dentro de sua casa e com o seu vídeo-game ou PC. Se querem ganhar dinheiro, então que peçam doações como outros games gratuitos por aí! O que é legal ou ilegal é o que eu defino ser, e não o que um bando de magnatas exploradores diz.

  • Paulo Junior
    2012-12-24T16:35:24

    fodese lionhead eu comprei o jogo, faço oque eu kiser com ele. se eu kiser vender ele eu vendo!!

  • Marcelo Silva
    2011-05-18T17:50:02

    os desenvolvedores estão mais espertos agora vendendo várias expansões para os jogos e assim mantém a grana entrando por um período mais longo.

  • Marcelo Silva
    2011-05-18T17:47:38

    Tem jogo que merece os US$50, tem outros que prefiro esperar para comprar usado. Mas de fato deve ser f0d4 pro desenvolvedor ver seu trabalho passando de mão em mão, divertindo vários players e nenhum centavo caindo na conta. Quem desenvolve pode cobrar o que quiser, paga quem puder/quiser! O mercado regula o preço, só em Cuba é diferente. É desculpa de brasileiro dizer "as coisas são caras, vou piratear". Se no meu PC tem 90% de softs "genéricos", sei que estou errado e não jogo a culpa no preço das coisas. Se fosse assim eu também roubaria carros pois o valor que o fabricante cobra é alto.

  • Henrique Forero
    2011-05-18T17:47:06

    Pirataria nunca vai parar. Por mais que voce abaixe o preço para U$$15, tem certas pessoas que tem prazer em piratear. Claro que se o preço fosse mais baixo, estimularia muitos a comprar jogos originais, pois não há nada melhor do que voce ter o exemplar com manual, capa, disco original(que na teoria tem mais qualidade do que os piratas). A pergunta é simples, até que ponto vale a pena pagar uma fortuna por um game e não ter a sensação de estar pagando mais do que ele vale?

  • Paulo Almeida
    2011-05-18T13:38:11

    A indústria de game fatura mais que Hollywood e vem falar que é um mal comprar jogo usado, pior do que piratear? PARA, comprando jogo usado o cidadão não está lesando ninguém e está sendo honesto. Que tal venderem jogos a US$ 14,00? Ai ninguém faz né? Reclamar de pessoas honestas é fácil, agora pagar sempre US$ 50,00/ 60,00 e as vezes até mais não é pra qualquer um. Já é um parto comprar um jogo oficial (eu compro fora), ai ler uma declaração dessas... Aff. Depois reclama de pirataria.

  • Michael Bechior
    2011-05-18T13:18:38

    baixe o preço (não os malditos 49 dólares ou mais quando lançados) ofereça conteúdo de qualidade e que possa encorajar o replay aí então venha me falar que a revenda é um mal.