Fabricantes

23/06/2011 16h20 - Atualizado em 14/07/2011 06h40

ASUS pode estar planejando laptop Quad-Core de 13 polegadas com Android

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Se você pensa que os rumores do mundo da tecnologia só envolvem a Apple e o seu futuro iPhone 5, se enganou. E se você pensava que a NVIDIA só está pensando em investir no promissor mercado dos super smartphones, se enganou de novo. Isso porque os últimos rumores envolvem o mercado de laptops, com algumas pitadas de Android e a participação da ASUS.

Nvidia (Foto: Divulgação)Nvidia (Foto: Divulgação)

De acordo com o site Digitimes, que recebeu informações de fontes ligadas à ASUS, a fabricante taiwanesa está preparando mais um laptop com processador padrão ARM para ser lançado nos próximos meses.

Dessa vez, eles investem em um produto com tela de 13 polegadas, tamanho que está se tornando um dos mais procurados (uma vez que é o mesmo tamanho do MacBook da Apple).

A ideia da ASUS é que eles lancem um laptop com um preço ainda mais competitivo que o Eee Pad Transformer ; e sabemos que a empresa é capaz de alcançar esse objetivo, pois tem um histórico de lançar bons notebooks/netbooks com preços baixos.

Ainda segundo os rumores da Digitimes, esse laptop contaria com o novo processador quad-core da NVIDIA, o Kal-el, e contaria com o sistema operacional Android, mas não há maiores detalhes sobre qual versão seria utilizada, ou se o modelo teria recursos de tela de toque.

A Digitimes também diz que a ASUS não é a única que está pensando em lançar laptops com processadores ARM. Samsung, Toshiba e Acer também estão desenvolvendo produtos com essa tecnologia. Por fim, o objetivo de preço da ASUS para o seu laptop é algo em torno de US$ 299.

Essa é uma excelente notícia para quem quer um laptop barato, mas com recursos um pouco mais elevados.

Via Ubergizmo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares