Fabricantes

23/06/2011 15h59 - Atualizado em 14/07/2011 06h40

Modelo japonês com 548.352 núcleos lidera novo ranking de supercomputadores

André Fogaça
por
Para o TechTudo

Se você acha que o poderoso processador do Playstation 3 e seus nove núcleos de processamento é muita coisa, pode pegar o balde de babar porque a quantidade de núcleos que há no supercomputador mais poderoso do mundo é assustadora: são 548.352 núcleos de processamento.

Toda esta quantidade de núcleos é capaz de realizar nada menos do que 8 quatrilhões de cálculos por segundo (8.000.000.000.000.000), o que faz o Japão estrelar o topo da lista dos 500 supercomputadores mais velozes e poderosos de todo o planeta. O sistema, chamado de "K Computer", está instalado na cidade japonesa de Kobe, no Instituto Avançado para Ciência Computacional (RIKEN).

Supercomputador K (Foto: Divulgação)Supercomputador K (Foto: Divulgação)

Esta é a trigésima sétima edição da lista dos mais poderosos computadores do mundo, e a lista foi divulgada pelo diário Nikkei nesta segunda-feira (20), na Conferência Internacional de Super Computação, que acontece na cidade alemã de Hamburgo. O critério para avaliação do supercomputador é baseado em quão rápido o programa de benchmark Linpack é processado pela máquina.

Pela primeira vez na contagem dos computadores, todos os dez primeiros conseguiram alcançar a marca de quatrilhão de cálculos por segundo, ou Petaflops. Os países que possuem computadores neste nível são: Estados Unidos, com cinco computadores, Japão e China, com dois cada, e a França, com um.

O computador vencedor foi desenvolvido pela empresa Fujitsu e combina 68.544 processadores SPARC64 VIIIfx, cada um destes com oito núcleos e chegando ao total de mais de 548 mil núcleos. Este computador é mais poderoso do que os cinco colocados abaixo dele juntos, e três vezes superior ao segundo colocado.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares