Video game

30/06/2011 14h47 - Atualizado em 14/07/2011 06h39

Para EA, Free-to-Play é chance de atingir mercados emergentes

Dori Prata
por
Para o TechTudo

Alguns jogadores, ou mesmo profissionais da indústria, ainda não tem muita certeza se o modelo de distribuição conhecido como Free-to-Play dará certo, com as principais dúvidas recaindo sobre a qualidade dos jogos que o adotam, a rentabilidade a longo prazo desses títulos e a possível formação de uma comunidade em torno do jogo que só estaria ali para criar confusão. 

Need for Speed World (Foto: Divulgação)Need for Speed World (Foto: Divulgação)

Mesmo assim, grandes companhias estão de olho nesse estilo de comércio, principalmente porque a chance de retorno é maior e por lhes permitir alcançar países que sofrem com a pirataria e uma que está apostando alto nos F2Ps é a EA Games, conforme declarou Frank Gibeau, presidente do estúdio. 

“Estamos investindo agressivamente em jogos com baixo custo, como os Free-to-Play. O grupo dedicado a este modelo dentro da EA Games tem crescido extremamente rápido… 

Francamente, quando postos em escala, eles possuem um enorme público, são muito rentáveis, não canibalizam os jogos principais e na verdade alcançam mercados que atualmente não servimos. Com o Need for Speed World, a Rússia e o Brasil estão respectivamente em primeiro e segundo – com a Ucrânia logo ali.  

Eu não consigo vender jogos fisicamente nesses territórios, mas estou conseguindo atingir um público com o conteúdo Need for Speed. Ele não conta com uma engine tão avançada quanto a Frostbyte 2, mas certamente possui um grande valor de produção, um grande game design e é um jogo gratuito baseado em microtransações.” 

O executivo concluiu afirmando que estão vivendo uma época muito boa, porque os jogos não estão mais apenas nos consoles, mas também nos celulares, tablets, navegadores e redes sociais. 

Via GamesIndustry

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares