Fabricantes

19/06/2011 20h30 - Atualizado em 14/07/2011 06h41

Para os applemaníacos elegantes: abotoadura em formato do botão on/off do Mac

Bárbara Gaia
por
Para o TechTudo

Adafruit, indústria norte-americana especializada em eletrônica, está comercializando em seu site um acessório que fará parte do guarda-roupa masculino dos executivos fãs da Apple. Os iCufflinks são duas abotoaduras feitas em alumínio com um design que imita o botão de energia dos Macbooks.

iCufflinks leva o amor aos gadgets para o mundo dos executivos (Foto: Divulgação)iCufflinks leva o amor aos gadgets para o mundo dos executivos (Foto: Divulgação)

Mas o detalhe que chama a atenção foi o desenvolvimento de um sistema em LED que emite luzes como se eles estivessem em stand by. Para conseguir tal efeito, os engenheiros da empresa estudaram os padrões usados no LED dos aparelhos da Apple para tentar criar uma sequência similar com uma programação diferente, já que o sistema de LED usado pela empresa de Steve Jobs é patenteado.

Dentro das abotoaduras existe uma placa de circuito e bateria. Tanto a programação quanto os arquivos criados para o circuito são em código aberto e a empresa Adafruit incentiva os desenvolvedores a criarem novos padrões. Para fazer as luzes pulsarem nos iCufflinks, basta colocar as baterias nas abotoaduras e girar a parte de trás.

O par dos iCufflinks estão à venda por $128 e futuramente serão lançados um conjunto de colar e pingente para as mulheres.

Loja virtual também vende abotoaduras geek

A Etsy, que oferece desde roupas a artigos para casa, possui uma seção dedicada aos amantes da tecnologia e dentre as várias opções de acessórios com os personagens de Guerra nas Estrelas, Pac Man, Super Mario Bros e outros mais, existem pares abotoaduras/pendrives com capacidade de 4G e 16G. As peças estão disponíveis em várias cores e pelo preço de US$75.

Via: Wired

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares