Jogos de aventura

23/06/2011 16h46 - Atualizado em 14/07/2011 06h40

Testamos a versão demo de Sonic generations

Diego Borges
por
Da redação

Em comemoração aos 20 anos do mascote mais famoso da SEGA, a empresa disponibilizou uma versão demo na PSN de seu futuro lançamento: Sonic Generations. O TechTudo conferiu e apresenta as primeiras impressões: 

Sonic Generations (Foto: Divulgação)Sonic Generations (Foto: Divulgação)

Misturando o antigo com o novo 

A única fase disponível no jogo é a famosa Green Hill, presente em quase todas as versões do game. Nos primeiros momentos é possível notar uma pequena semelhança com a primeira fase de Sonic 2, mas no decorrer da versão demo, os elementos mostram que o título lembra outras versões mais recentes. 

Também é possível notar uma boa variedade de inimigos. Mesmo que a versão disponível seja extremamente curta (podendo ser completada em cerca de 5 minutos), pode-se notar uma boa variedade de itens e caminhos aleatórios. As variadas formas de completar uma fase são uma características da série, que nos últimos jogos foram deixadas um pouco de lado.  

Vale lembrar que Sonic sempre foi um título que levava o jogador a optar por vasculhar todo o cenário em busca de argolas e outros itens, ou escolher em pular e destruir todos em seu caminho, até alcançar o final.  

Sonic Generations (Foto: Divulgação)Sonic Generations (Foto: Divulgação)

O que agrada? 

É muito bom ver Sonic em um jogo 2D com tantos elementos que nos remetem aos primeiros e melhores jogos da série. Os cenários foram muito bem desenhados pela SEGA, com destaque para os loopings, que agora receberam uma reformulação mostrando uma estrutura muito bem trabalhada. 

A câmera do jogo também ajuda bastante, se distanciando em momentos com mais detalhes e caminhos, e se aproximando na hora em que é preciso saber o tempo exato de pular em uma plataforma móvel sem cair.  

As altas velocidades atingidas por Sonic também impressionam sem incomodar. Além disso, o espaçamento do cenário faz com que o jogo seja mais rápido sem que ela seja mais curto de ser completado. 

Sonic Generations (Foto: Divulgação)Sonic Generations (Foto: Divulgação)

O que decepciona? 

Embora muito bem desenhados, os cenários estão coloridos demais. Logo nos primeiros momentos, é difícil achar seus inimigos, que acabam se escondendo em meio a uma combinação exagerada de cores.  Esta versão demo pode ser jogada com o efeito 3D, mas não é uma boa opção, pois nos momentos mais rápidos do jogo, é possível notar um certo desconforto.

E para os gamers mais nostálgicos, a SEGA insistiu em combinar mudanças de visões, deixando em alguns momentos a câmera posicionada atrás de Sonic, passando uma sensação de um jogo em terceira pessoa. Na versão demo, são poucos os momentos em que isso ocorre, entretanto, ainda não sabemos se isso acontece de forma constante no jogo. Apenas em setembro, data que o título chega as lojas, poderemos tirar esta dúvida. 

Conclusão  

Sonic Generations tem tudo para ser um jogo que faça os fãs mais antigos de Sonic, olharem com bons olhos um novo game do mascote da SEGA. A curta fase apresentada deixa um sensação de “quero mais” após o seu término, mas ao mesmo tempo, um pé atrás, pois muito pouco foi apresentado para um jogo que promete ser um marco na história de um dos ícones do mundo dos games.  

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Leonardo Prudente
    2011-06-23T18:42:57

    Quem é fâ de verdade alguém ou alguma coisa no caso, "UM GAME", sempre será fâ, mesmo com alguns erros, ou sej aá o que for. Só joguei sonic no Mega Drive, e me divertia muito, esse ai para quem é da época do mega drive ai pirar concerteza nesse jogo, eu curti.