29/06/2011 12h09 - Atualizado em 14/07/2011 06h39

Top 10: Jogos de esportes bizarros

Ingo Müller
por
Para o TechTudo

Futebol é a paixão nacional. O Brasil é o país do vôlei. Nossos lutadores são os melhores do MMA. Mas isto não quer dizer que estes são os únicos esportes que interessem ao jogador de videogame: tem muito game alternativo que traz modalidades tão divertidas quanto fora do convencional.

Pensando nisto, fizemos um Top 10 com as competições mais excêntricas dos videogames. Para garantir que os jogos fossem verdadeiramente incomuns, optamos por deixar de fora deste Top 10 versões diferentes de esportes convencionais – por isso acabaram limadas pérolas como Mega Man Soccer e Hyper Volleyball. Nossa escolha também excluiu jogos de esporte a motor que envolvam armas e power ups, já que são tantos e tão bons que eles acabariam ocupando praticamente a lista inteira – este fica sendo assunto para um futuro top 10.

Confira agora uma lista com as melhores e mais bizarras competições do videogame. Você pode até não ganhar o ouro olímpico nestes jogos, mas na certa vai dar boas risadas:

10 - Caveman Games (Data East, NES, 1990)

Caveman Games (Foto: Divulgação)Caveman Games (Foto: Divulgação)

O instinto de competição está presente na humanidade desde que os nossos ancestrais pré históricos passaram a viver em grupo. Caveman Games recria esta verdade antropológica de forma divertida, colocando seis neandertais para suar a camisa em modalidades bem primitivas, como luta de porretes, corrida de dinossauro e arremesso de esposa. O jogo era tosco, mas as provas sem dúvida estão entre as mais alopradas da história dos videogames, garantindo boas risadas.

9 - Arm Wrestling (Nintendo, Arcades, 1985)

Arm Wrestling (Foto: Divulgação)Arm Wrestling (Foto: Divulgação)

 Apesar de popular nos parquinhos de pré escola e bares de motoqueiros, a queda de braço nunca teve muito destaque nos videogames – tirando um ou outro minigame ocasiona, como o bônus stage do primeiro Fatal Fury. Mas neste jogo, o último desenvolvido pela Nintendo com exclusividade para os fliperamas, a disputa pega fogo colocando o jogador contra cinco oponentes extravagantes: tem texano de chapéu, lutador de sumo japonês (que parece o Honda de StreetFighter!) e até o monstro do filme Frankestein.

Com um visual cartunesco estilo Punch-Out, Arm Wrestling faz o jogador se sentir como o Falcão, o campeão de braço de ferro interpretado por Sylvester Stallone naquele filme da Sessão da tarde.

8 - Numan Athletics (Namco, Arcades, 1993)

Numan Athletics (Foto: Divulgação)Numan Athletics (Foto: Divulgação)

 Imagine se super heróis existissem de verdade, mas em vez de salvar gatinhos presos em árvores, eles competissem em olimpíadas especialmente desenvolvidas para testar o limite dos seus poderes. Esta foi a premissa de Numan Athetics, que colocava quatro super atletas extrapolando o limite humano em oito competições inusitadas, como 100 metros rasos contra um carro de corrida, salto em distância nas cataratas do Niágara e arremesso de míssil.

O jogo era tão divertido que ganhou uma sequência, Mach Breakers, em 1995, além de ter ficado disponível no Virtual Console do Nintendo Wii.

7 - Jackass: the game (Sidhe Interactive, PS2, 2007)

Jackass: the game (Foto: Divulgação)Jackass: the game (Foto: Divulgação)

 Poucas pessoas exibiram menos juízo diante das câmeras do que a trupe de Jackass. Logicamente, as estripulias exageradas que fizeram sucesso na TV foram adaptadas para o videogame, onde o objetivo é fazer muita idiotice para garantir cenas suficientes para que o programa tenha uma nova temporada.

À partir desta premissa, começa uma verdadeira competição de imbecilidades, com modalidades “sadias” como o a downhill de carrinhos de supermercado e pega dedos. O grande barato do jogo é ver uma série de maluquices que Johnny Knoxville e cia. jamais fariam na vida real, pois o resultado seria morte certa!

6 - World Games (Epyx, Commodore 64, 1986)

World Games (Foto: Divulgação)World Games (Foto: Divulgação)

 O primeiro jogo de esportes bizarros da Epyx coloca o jogador dando a volta ao mundo, competindo em uma série de esportes folclóricos: tem arremesso de tora na Escócia, rolamento de tronco no Canadá, rodeio nos EUA, luta de Sumo no Japão e pulo de penhasco no México. Com gráficos e sons avançados para a época, World Games abriu caminho para uma série de jogos não convencionais, permitindo que a Epyx – que só fazia games de esportes das modalidades olímpicas – diversificasse suas atividades.

O game foi originalmente distribuído em disquete e fita cassete, mas ganhou port em cartucho para o Master system, apresentando apenas quatro das oito modalidades originais.

5 - Califórnia Games (Epyx, várias plataformas, 1987)

Califórnia Games (Foto: Divulgação)Califórnia Games (Foto: Divulgação)

 Lançado no Brasil como “Jogos de Verão”, Califórnia Games coloca o jogador em uma série de modalidades disputadas com o sol à pino: tem skate em um half pipe, BMX em uma pista de terra, surf em uma onda infinita e patinação na pior calçada do mundo. Todos os jogos são muito divertidos, mas o grande destaque do título é a inusitada competição de embaixadinhas, o foot bag.

Competindo contra outros jogadores e contra o relógio, o jogo permite que você execute movimentos dignos de Paulo Henrique Ganso com a bolinha virtual. O jogo teve uma continuação em 1992, envolvendo modalidades como asa delta e jet ski , mas a qualidade da sequência passou longe do original.

4 - Pain (Idol Minds, PS3, 2007)

Pain (Foto: Divulgação)Pain (Foto: Divulgação)

 Quando foi lançado na Playstation Store em 2007, Pain trouxe a falta de bom senso aos consoles da nova geração. Aqui, o objetivo é causar o máximo de destruição possível utilizando uma catapulta cuja munição é o seu próprio corpo.

Pode parecer simples, mas os detalhes do game tornam a experiência muito divertida: os gráficos cartunescos, e os gritos de dor (tanto dos personagens quanto das vítimas da brincadeira) são sensacionais, e é simplesmente hilário ver como a cidade pode ficar após um arremesso especialmente catastrófico. Mais do que um jogo, Pain é uma terapia anti stress.

3 - Windjammers (Data East, Neo Geo, 1994)

Quem disse que o Neo Geo só tem jogo de luta? Aqui, o objetivo é arremessar um disco de plástico na direção do gol adversário com o máximo de força possível para que o oponente consiga agarrá-lo, marcando de 2 a 5 pontos de acordo com a dificuldade do arremesso.

Esta diferente competição que parece uma mistura de futebol e vôlei com frisbee pode parecer apenas uma versão repaginada do clássico Pong, mas bastam alguns minutos para que o jogador fique viciado com o ritmo frenético das partidas, já que cada set dura apenas 45 segundos.


2 - Super Dodge Ball (Technos, Arcade, 1987)

O nobre esporte da queimada, imortalizado no cinema por Vince Vaughn em “Com a bola toda”, também teve seus dias de glória nos videogames quando a Technos pegou o personagem Kunio, um colegial brigão popular no Japão por causa do game Nekketsu (localizada no ocidente como Renegade, com outro personagem), e fez um campeonato de queimada com uma série de estudantes marrentos.

O jogo teve adaptações para o Nes, Snes e Neo Geo, trazendo uma série de arremessos especiais e contra ataques feitos através de comandos no joystick, como nos jogos de luta.


1 - Tiny Toon Adventures: Wacky Sport Challenges (Konami, Snes, 1994)

Neste divertido jogo para até quarto jogadores você assume o papel de Perninha, Lilica, Plucky Ducky e Roi Corrói – os Tiny Toons, discípulos de Pernalonga e cia – durante os jogos da turma da Looniversidade Acme. Como no desenho animado da Warner, o jogo era repleto de bigornas, quedas de precipícios e pancadas na cabeça, tornando a competição bem animada e divertida.

Entre os eventos, estavam modalidades como arremesso de sorvete, voo livre, estilingue humano, corrida da Felícia e esportes mais tradicionais, como salto com vara, natação e maratona. Wacky Sports era um desses jogos que garantia diversão da molecada, mesmo quando não haviam mais episódios inéditos do seu desenho favorito na TV.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares