Fabricantes

28/06/2011 11h30 - Atualizado em 14/07/2011 06h39

Toughbook C1, o notebook ultra resistente da Panasonic

Marcell Almeida
por
Para o TechTudo

Notebooks resistentes sempre chamam a atenção, afinal, é sempre doloroso quando você deixa cair no chão ou derrama algum líquido no seu mais novo dispositivo, até mesmo um arranhão é capaz de deixar você com peso na consciência. Pensando nisso, a Panasonic resolveu atualizar o Toughbook C1, o notebook mais resistente da empresa.

Toughbook C1 (Foto: Divulgação)Toughbook C1 (Foto: Divulgação)

A Panasonic fez um upgrade em seu hardware, e a atualização fez com o que o notebook ficasse 30% mais rápido que o modelo antigo. Se você não conhecia o Toughbook C1, saiba que ele, além de notebook, pode ser usado como tablet. Além de ter uma resistência incrível, a Panasonic alega que ele é capaz de se converter no tablet mais leve do mundo.

O Panasonic ThoughBook C1 agora conta com 320 GB de armazenamento, bateria de 12 horas de autonomia, 2 GB de memória RAM, podendo ser expandida até 8 GB, uma tela de 12.1 polegadas, com resolução de 1280×800 e um processador Intel Core i5-2520M vPro (3.50GHz, com Turbo Boost de até 3.2GHz).

Toughbook C1 (Foto: Divulgação)Toughbook C1 (Foto: Divulgação)

O Toughbook também possui compatibilidade com Bluetooth v2.1, Wi-Fi 802.11a/b/g/n, e você ainda pode optar por colocar uma memória de 128 GB SSD, uma webcam de 1.3 megapixel e um slot para cartão SDXC.

Graças ao seu design flexível e a seu peso de apenas 1,5 kg, ele acaba sendo um dispositivo extremamente móvel. De acordo com a Panasonic, o Toughbook C1 é resistente o suficiente para suportar várias quedas, e seu teclado possui resistência a líquidos, caso aconteça algum acidente e você derrame água no notebook.

A nova versão do Toughbook C1 vai estar disponível em julho deste ano, por US$ 2,599.


Via: Technabob

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares