Jogos de ação

29/06/2011 19h38 - Atualizado em 14/07/2011 06h39

Veja a demo de Resident Evil: Revelations, incluída em Mercenaries 3D

Arthur Figueiredo
por
Para o TechTudo

Apesar da polêmica sobre Resident Evil: The Mercenaries 3D – se não soube, a discussão é por uma estranha e ainda inexplicada decisão da Capcom sobre o arquivo de salvamento do jogo, que não pode ser apagado –, quem apostou na proposta do jogo ganhou de brinde uma curta demo de Resident Evil: Revelations, que também será lançado exclusivamente para o Nintendo 3DS e trará uma nova história de horror, situada entre os títulos RE4 e 5, mas com a ambientação dos primeiros games da série.

Resident Evil Revelations (Foto: Divulgação)Resident Evil Revelations (Foto: Divulgação)

No controle de Jill Valentine, explorando um cargueiro à deriva no mar, a prévia é equivalente a cerca de cinco minutos de jogo, mas já oferece uma ótima noção do que está por vir. Apesar de usar basicamente as mesmas mecânicas, controles e jogabilidade, o ritmo deste jogo é bem diferente de Mercenaries 3D, incentivando a exploração e equilibrando tensão e ação. É um jogo de suspense, não de tiro.

Os gráficos estão bem impressionantes, dignos dos games recentes e com ecos do remake do Resident Evil original, para o Gamecube. Efeitos de luz e sombra, boas texturas e muitos sustos que usam de maneira bem inteligente o 3D do portátil: morcegos voam na tela, sangue espirra e outros recursos visuais tornaram (e tornarão) o título bem atraente. Também é possível conhecer os novos monstros da série, que parecem misturar elementos de zumbis e dos enormes chefes, conhecidos como tyrants.

Resident Evil: Revelations será lançado somente em 2012, mas já deixou um gostinho nostálgico e a esperança de que a série pode voltar à sua velha forma. Para ver o vídeo, entre nesse link e complete as opções pedidas.

Via Kotaku

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares