Fabricantes

17/06/2011 18h48 - Atualizado em 14/07/2011 06h41

XSeed poderá publicar Solatorobo nos Estados Unidos

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Um dos últimos grandes jogos que poderia vir a ser lançado para o Nintendo DS estava perigando de nunca aparecer aqui pelo ocidente, contudo a Nintendo of Europe confirmou que localizaria Solatorobo: Red the Hunter, nos deixando mais tranquilos. No entanto, para jogadores nos Estados Unidos a importação limitaria bastante a comercialização, mas não mais conforme aparentemente a XSeed Games poderá publicá-lo.

Solatorobo: Red the Hunter (Foto: Divulgação)Solatorobo: Red the Hunter (Foto: Divulgação)

Recentemente uma fonte anônima confirmou que Solatorobo: Red the Hunter, estaria vindo para o mercado norte-americano, mas não pelas mãos da Nintendo como se esperaria. A empresa tem mesmo sido bem relapsa com sua linha de títulos quando comparada à filial européia. No entanto, sem maiores evidências da vinda do título, não era possível ainda dizer com certeza que tratava-se de mais do que um mero rumor.

Agora, surgiram informações de que o domínio da internet www.Solatorobo.com estaria em posse da XSeed Games, uma empresa bem conhecida por ser a última esperança de fãs no que diz respeito à localização de jogos japoneses.

Para a E3 2011, a XSeed Games chegou a comentar que não apresentaria nada no evento, pois já estaria bastante ocupada com títulos como Wizardry: Labyrinth of Lost Soulds e The Legend of Heroes: Trails in the Sky, mas parece que isso não a impedirá de adicionar mais um nessa lista.

A negligência da Nintendo of America com a localização de títulos tem sido tão grande que fora dos Estados Unidos, o jogo já teve seu lançamento confirmado para vários territórios mais incomuns, incluindo Rússia, Turquia, África do Sul, Austrália e Nova Zelândia.

Via GoNintendo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares