Fabricantes

06/07/2011 18h05 - Atualizado em 14/07/2011 06h38

Eee Pad Transformer da ASUS chega ao Brasil em agosto

Ana Paula Guedes
por
Para o TechTudo

A ASUS anunciou recentemente que pretende distribuir o seu tablet Eee Pad Transformer TF101 no Brasil. O brinquedo já está com a data marcada e deve chegar às lojas no mês de agosto pelas mãos da distribuidora de softwares, Acalteia.

Eee Pad Transformer (Foto: Divulgação)Eee Pad Transformer (Foto: Divulgação)

Em entrevista ao CRN, o executivo da Alcateia confirmou o lançamento e disse que espera manter o foco de venda na região Sul e Sudeste do Brasil, que correspondem a mais de 50% do PIB do País. Interessados em levantar as vendas e com vontade de conquistar o mercado (como aconteceu lá fora), a ASUS confirmou que o novo tablet virá com preço inferior ao do iPad, mas sem valor definido até o momento.

O que podemos adiantar é que o tablet da ASUS contará com um processador NVIDIA Tegra 2 dual-core, sistema operacional Android 3 Honeycomb, teclado QWERTY e bateria que pretende durar 16 horas com Eee Station (dock). O design do aparelho é ultrafino, com apenas 12,98 mm de espessura e pesa apenas 680g. A tela é de 10,1 polegadas e com tecnologia de áudio SRS.

Para Guido Alves, gerente de marketing da ASUS, a fabricante taiwandesa deve primeiro se concentrar na observação das vendas para, futuramente, produzir os seus tablets no Brasil. “Primeiro vamos observar o comportamento de consumo, depois podemos falar mais sobre estabelecer raízes em território nacional”.

Eee Pad Transformer, da ASUS. (Foto: Divulgação)Eee Pad Transformer, da ASUS. (Foto: Divulgação)

Vamos aguardar o mês de agosto chegar para poder ver este novo brinquedo da ASUS de perto. Desta forma, poderemos tomar nossas próprias conclusões quanto ao produto, o que é muito mais divertido.

Via CRN Brasil

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares