Tablet

05/07/2011 16h09 - Atualizado em 14/07/2011 06h38

iPad já é responsável por 1% do tráfego mundial na web

Bruno do Amaral
por
Para o TechTudo

Se ainda restava dúvida sobre a força do iPad no mundo, é melhor se resignar. Pesquisa divulgada pela NetMarketShare nesta terça-feira (5) nos Estados Unidos afirma que o tablet da Apple já é responsável por 1% do tráfego na web no mundo inteiro, sendo até 2,1% somente nos EUA. Para um dispositivo de apenas um ano e meio, é um dado assombroso.

iPad 2 pode ser fabricado no Brasil (Foto: Divulgação)1% do tráfego na internet é do iPad (Foto: Divulgação)

Mais ainda se considerar que o estudo compreende o período de agosto de 2010 a junho de 2011 – ou seja, menos de um ano – e, ainda assim, mostra um crescimento de mais de 10% na utilização da plataforma em relação à pesquisa anterior, referente até março deste ano. Isso é refletido pelo aumento no número de unidades vendias, já que a fatia de mercado do iPad também cresceu, atingindo pela primeira vez o patamar de 5% no mês passado.

Um estudo anterior feito pela firma StatCounter em abril já havia indicado resultado semelhante. Embora restrita aos Estados Unidos, a utilização do sistema do tablet da Apple nesse país respondeu por 1,17% do total da navegação na internet, enquanto o sistema operacional de código livre Linux foi responsável por apenas 0,71%.

Claro que é muito cedo ainda para se decretar que os desktops e notebooks irão morrer e só teremos tablets. Provavelmente esse crescimento irá se estabilizar após a empolgação inicial dos consumidores e fabricantes (incluindo aí as inúmeras empresas que estão investindo em aparelhos com o sistema operacional Android) passar. Mas é inegável que indica a força da plataforma no mercado que, aliando-se aos smartphones, mostra uma nova maneira de consumir informação na web.

Via: Mashable

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares