Jogos de aventura

18/07/2011 16h04 - Atualizado em 18/07/2011 16h04

Silicon Knights recebe ajuda do governo canadense para crescer

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

O estúdio canadense Silicon Knights, que está trabalhando atualmente em X-Men: Destiny, acaba de receber uma boa ajuda do governo do Canadá em fundos para se tornar uma empresa independente, garantindo assim sua posição e crescimento no mercado.

X-Men: Destiny  (Foto: Divulgação)X-Men: Destiny (Foto: Divulgação)

A Silicon Knights recebeu quase US$ 3 milhões do Ministério de Desenvolvimento Econômico e Comércio de Ontario, para que se torne auto-sustentável e possa publicar seus próprios jogos, sem depender de terceiras. Esse valor será agregado aos já US$ 4 milhões que eles receberam no ano passado.

A Silicon Knights vem crescendo com ajuda do governo canadense e se tornando um bom investimento através dos anos. Em 2010 a empresa abriu vagas para contratar sessenta e cinco novos membros com o dinheiro concedido, enquanto em 2011 criará oitenta novas vagas de emprego, aproveitando também para garantir a estabilidade dos noventa e sete funcionários atuais.

Apesar de seu título mais recente ser X-Men: Destiny, a empresa é muito mais conhecida pelos seus outros projetos, como Too Human no Xbox 360, que levou quase tanto tempo para ficar pronto quanto Duke Nukem Forever, e pelo período em que foi uma second party da Nintendo, trabalhando em Eternal Darkness e no remake Metal Gear Solid: The Twin Snakes, ambos para o GameCube.

Atualmente eles estão envolvidos em um processo contra a Epic Games, afirmando que a empresa negligenciava o suporte técnico para um de seus produtos, a Unreal Engine 3.0, utilizada em Too Human, em favor de seus próprios jogos, como Gears of War, o que teria atrasado mais ainda o título.

Via Joystiq

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares