Video game

10/08/2011 19h25 - Atualizado em 10/08/2011 19h25

EA acredita que a Nintendo entendeu a importância do multiplayer online

Alexandre Silva
por
Para o TechTudo

Com o passar dos anos, e os rumos que a indústria de jogos tomou, a japonesa Nintendo começou a se diferenciar de outras empresas concorrentes, em vários aspectos. Eles tem um público diferenciado, e títulos peculiares em seu catálogo de jogos. Essas diferenças fizeram com que algumas publicadoras de jogos, até então parceiras da companhia, não investissem tanto quanto gostariam em plataformas como o Wii, depois de tentativas não muito bem sucedidas de certos títulos que venderam pouco.

Wii U (Foto: Divulgação)Wii U (Foto: Divulgação)

Com a chegada do Wii U, esse cenário felizmente parece mudar. Um novo console que pode dar uma nova chance à Nintendo de se manter firme e forte no mercado de jogos, é o que todos esperam. Na indústria, o chefe da EA Sports, Peter Moore, se mostra muito confiante nas capacidades online que o console oferece, o que mostra que a Nintendo entendeu completamente a importância dos jogos online nos dias de hoje.

O executivo diz em entrevista ao site IndustryGamers, que o fator multiplayer é muito importante para eles (EA Sports), e estão aliviados com isso. Certamente, as franquias esportivas da EA poderão se dar muito bem nessa nova plataforma. Isso não acontecia muito no Wii, e Peter admite isso.

Apesar do console ser bom, ele não estava no mesmo nível da Xbox Live e do PlayStation. Mas dessa vez, parece que a Nintendo compreendeu isso, e investiu bem mais no multiplayer, nas comunidades de jogadores online, partidas cooperativas, e tudo mais que faz com que o jogador se aprofunde na experiência de um jogo. Diferente de outras empresas, como a Gearbox, Peter não vê o Wii U como um “gargalo” da nova geração de consoles.

Via CVG

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares