Sistemas Operacionais

04/08/2011 18h04 - Atualizado em 04/08/2011 18h04

Estudo conclui que Android é projeto open-source menos aberto

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

Um estudo liberado hoje mostrou que o Google não cumpriu sua promessa com o lançamento do Android e da Open Handset Alliance. Originalmente a gigante de Mountain View disse que o código-fonte do Android seria liberado e que seu desenvolvimento seguiria os passos de qualquer outro projeto de código aberto, mas a realidade não é bem essa.

Android (Foto: Divulgação)Android (Foto: Divulgação)

A empresa de pesquisa de mercado VisionMobile estabeleceu vários critérios para julgar oito dos principais projetos de código aberto disponíveis hoje em dia. São eles: Eclipse, Firefox, WebKit, Kernel do Linux, Qt, MeeGo, Symbian e Android. Dentre os critérios, a empresa citou itens como a capacidade dos desenvolvedores de influenciar o projeto, a disponibilidade do código-fonte, a licença e estabeleceu uma pontuação a cada um deles.

O Android foi o projeto que teve a menor pontuação, com 23%. Essa noita foi dada, segundo a VisionMobile, por causa do seu desenvolvimento fechado, da inexistência de um roteiro claro com o futuro da plataforma e do controle unilateral que o Google tem sobre as decisões, dentre outros fatores. O projeto que mais foi considerado aberto foi o ambiente de programação multi-linguagem Eclipse, com 84%.

A grande maioria dos geeks que se importam com o Android já havia percebido que o Google gosta de controlar de perto o seu sistema. Mas é bom ver um estudo de uma empresa independente para tentar chamar atenção a esse detalhe e fazer o Google mudar um pouco de atitude.

Via: Ars Technica

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares