Fabricantes

23/08/2011 13h17 - Atualizado em 23/08/2011 13h17

Executivo da Intel diz que a Apple estaria planejando usar processadores da série A nos próximos Macs

Marcell Almeida
por
Para o TechTudo
O iPhone 4 e o iPad 2 usam processador próprio da Apple. (Foto: Divulgação)O iPhone 4 e o iPad 2 usam processador próprio da
Apple. (Foto: Divulgação)

A Apple depende fortemente da Intel para fornecer processadores para seus computadores, especialmente o MacBook, mas isso não descarta a possibilidade da empresa de Steve Jobs querer usar seus próprios chips no futuro.

Em um uma entrevista à CNET, Greg Welch, diretor do grupo da Intel Ultrabook, disse que mesmo se tratando de um rumor, essa é uma ameaça real e a Intel está trabalhando para que isso não aconteça. "Nós ouvimos esses rumores e seria negligente de nossa parte desconsiderá-lo. Estamos nos esforçando para inovar. Assim, eles poderão continuar nos vendo como fornecedor", afirmou.

A Apple se baseou na série A para seus dispositivos móveis, como o iPod touch, iPhone e iPad. Isso significa que no futuro ela pode usar os processadores da série A nos demais produtos. Seria um desastre total caso a Apple usasse a arquitetura ARM nos seus Macs hoje em dia, afinal, seu poder de processamento ainda não é bom o bastante para um MacBook ou iMac. No entanto, analistas acreditam que isso seja possível quando a série A ficar mais poderosa.

A possibilidade da Apple usar a arquitetura ARM é grande porque ela provou com o processador A4 no iPhone 4 e o A5 no iPad 2 que um software e hardware integrados funcionam bem juntos. Se a Apple conseguir usar seus próprios chips em seu hardware, juntamente com seu próprio software, o MacBook (e possivelmente iMac) devem ter um desempenho bem superior.

Via: Apple Insider

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares