Internet

11/08/2011 17h33 - Atualizado em 11/08/2011 17h33

Novo sistema pode tornar a censura na internet “virtualmente impossível”

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Um novo sistema desenvolvido por pesquisadores da Universidade Michigan, nos Estados Unidos, e da Universidade de Waterloo, no Canadá, pode frustar a tentativa de governos em censurar a internet, tornando a censura parcial e total da rede mundial de computadores algo virtualmente impossível. O sistema recebe o nome de Telex, e tem como conceito principal transformar toda a internet em um servidor proxy.

Vídeos censurados no YouTube (Foto: Reprodução)Vídeos censurados no YouTube (Foto: Reprodução)

A ideia veio do professor-assistente do curso de Ciência e Engenharia da Computação da Universidade de Michigan, J. Halderman Alex. O sistema exige que os internautas instalem o software Telex em seu computador, que pode ser baixado de forma intermitente em um site que o disponibiliza, ou através de compartilhamento online, já que alguns países podem censurar o uso do aplicativo.

Quando um internauta quiser visitar um site censurado, eles vão estabelecer uma conexão segura do tipo HTTPS para qualquer site protegido por senha, mas que não está em nenhuma lista negra do governo. Essa conexão atua como um chamariz para aqueles que ficam supervisionando as atividades por proxy, e ao fazer essa solicitação, o software Telex envia secretamente um código criptografado, para marcar o site, com tags que são inseridas no cabeçalho da página principal.

Essa marca usa a criptografia “esteganografia de acesso público”. O sistema pode inserir o código, enviar uma mensagem para todos que utilizam o sistema, e mesmo que alguém descubra que esse código foi inserido, jamais poderá provar quem foi que adicionou a tag na página. Depois disso, a solicitação feita pelo primeiro usuário passa por diversos roteadores em ISPs, que reconhecem a tag dos clientes Telex, permitindo assim que todos os usuários do software naveguem livremente por este e qualquer outro site da internet dentro daquele servidor.

O sistema funciona porque, para uma instituição bloquear o aceso a um determinado site, é necessário encaminhar um pedido para um servidor proxy, que atua como um intermediário entre os usuários que tentam se conectar com os servidores bloqueados. Desse modo, os censores são capazes monitorar o conteúdo publicado e o fluxo de tráfego na rede, podendo encontrar e bloquear o proxy de origem e destino de uma mensagem ou conteúdo indesejado.

Para que o Telex faça seu trabalho, no entanto, Halderman alerta que é necessário uma ação coletiva de internautas, e que o seu sistema seria útil em países que são favoráveis à causa de uma internet livre. Se uma empresa ou operadora de internet decidir usar esse método em um país onde há conflitos governamentais ou censura por ditadores, ela fatalmente se tornará um alvo.

O Telex ainda está em fase de testes, mas os pesquisadores afirmam que os resultados parciais são promissores. O sistema tem sido usado para acessar a internet nos últimos quatro meses, como acesso cotidiano. Além disso, os pesquisadores conseguiram testar o sistema com um internauta em Pequim, que conseguiu transmitir vídeos pelo YouTube sem maiores problemas, mesmo com o site censurado em toda a China.

Via Gizmag

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Diego Alves
    2012-08-08T09:05:40

    Você quis dizer "Tor Project" - Google sobre sistema da matéria

  • Arom Oliveira
    2011-08-13T19:48:44

    Como diria o SIlvio Santos... "Bem bolado !!"