Tablet

05/08/2011 14h25 - Atualizado em 05/08/2011 14h25

Pesquisa indica que profissionais que usam o iPad da empresa para negócios tendem a trabalhar mais

Marcela Vaz
por
Da redação

E não é só isso. A pesquisa divulgada pela Unisys mostrou que o iPad é muito mais influente do que outros dispositivos quando se trata de estimular o profissional a trabalhar fora do escritório. A prova está nos números: 1/3 dos profissionais que não usam tablets afirmam acessar o e-mail do trabalho nas férias. Em contrapartida, 45% dos que utilizam o tablet acessam o e-mail corporativom, ou seja, quase metade dos 306 iWorkers brasileiros (funcionários que utilizam as tecnologias da informação como parte de seu dia a dia) consultados.

iPad 2, da Apple. (Foto: Divulgação)iPad 2, da Apple. (Foto: Divulgação)

A pesquisa mostra em dados como as tecnologias móveis têm transformado a realidade social. Não é só no campo do entretenimento que os smartphones e os tablets encontraram seu lugar, colocando todos a partir de qualquer ponto do planeta imersos em um ambiente totalmente interativo, as empresas mais antenadas às novas possibilidades e tendências - cujo exemplo mais emblemático é o Facebook, de Mark Zuckeberg e seus sócios - têm recorrido às largas vantagens das tecnologias da informação, adaptando-as aos seus modelos de negócios.

Pesquisa divulgada pela Unisys. (Foto: Divulgação)Pesquisa divulgada pela Unisys. (Foto: Divulgação)

Para os tradicionalistas que ainda não ousaram usar tablets como parte do equipamento laboral ou ainda não estão certos de seus benefícios, a seguinte pesquisa pode esclarecer suas dúvidas. De acordo com o estudo, o carro é um dos locais mais atraentes para uso do iPad: 75% dos usuários checam o e-mail profissional quando estão como passageiros e 18%, ao volante.

E mesmo na hora do almoço, o tablet não fica de lado: 68% dos entrevistados utilizam o iPad da empresa para conferir mensagens no restaurante. Outros 40% consultam o tablet assistindo televisão; 21% numa reunião de família e 20% na cama. E um dos números mais fortes: 77% dos trabalhadores conferem o e-mail pessoal nos dias de folga.

Para Paulo Roberto Carvalho, diretor de negócios de outsourcing da Unisys para Brasil e América Latina, as organizações de TI devem notar que os limites entre os tempos pessoal e de trabalho estão desaparecendo e que os funcionários estão usando dispositivos pessoais para acessar tanto informações corporativas como pessoais.

“As áreas de TI deveriam começar a implementar processos novos e mais dinâmicos alinhados ao novo comportamento de trabalho e necessidades dos usuários. Não basta apenas oferecer suporte para dispositivos adquiridos pelas empresas. É também essencial oferecer suporte para as tecnologias de uso pessoal dos funcionários, que são utilizadas no ambiente de trabalho, e estabelecer políticas e práticas de segurança apropriadas”, afirma.

A pesquisa encomendada pela Unisys à ICD não englobou somente o Brasil. No total, foram consultados aproximadamente 2.660 iWorkers e cerca de 560 líderes de áreas de TI de nove países, além de 101 executivos de diversas organizações localizadas no Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares