Robótica

03/08/2011 11h53 - Atualizado em 03/08/2011 12h32

Robôs que conseguem aprender e pensar por si mesmos

Marcell Almeida
por
Para o TechTudo

Você é do tipo de pessoa que acredita que os robôs um dia vão ficar tão inteligentes que devem dominar o mundo? Bom, independentemente de acreditar nisso ou não, saiba que um grupo de um instituto de tecnologia de Tóquio conseguiu criar robôs capazes de pensar e aprender por si mesmos.

O novo conceito na robótica pode mudar a rotina de várias pessoas, assim como a de grandes empresas. Como por exemplo a Foxconn, que planeja substituir trabalhadores humanos por robôs. Seria muito mais interessante colocar robôs que pensam e aprendem com a sua rotina do que robôs automatizados que nunca poderão aprimorar a tarefa que lhe é passada.

SOINN, o robô inteligente. (Foto: Divulgação)SOINN, o robô inteligente. (Foto: Divulgação)

O grupo desenvolveu uma espécie de rede neural que recria suposições, semelhante a forma que a mente humana trabalha. Ele se chama SOINN (Self-Organizing Network Neural Incremental), o que significa que o robô pode aprender com a experiência anterior, entender suas próprias limitações e descobrir possíveis soluções. O robô ainda precisa de melhorias, mas já é um grande passo para o futuro.

SOINN. (Foto: Divulgação)SOINN. (Foto: Divulgação)

SOINN é tão esperto que se ele não tem ideia de como executar uma tarefa, procura soluções na internet e até mesmo pede a ajuda de outros robôs, localizados em qualquer lugar do mundo.

Por exemplo, se o robô recebe a ordem de preparar um copo de água com gelo, mesmo que ele nunca tenha executado essa tarefa antes, é capaz de pegar um copo, enchê-lo com água e depois - reconhecendo que só tem duas mãos e não pode mais pegar nenhum outro item, raciocina e coloca o copo de água na mesa para, então, pegar o gelo.

Embora pareça uma ação básica, fazer um robô raciocinar dessa maneira tem sido um problema estudado por anos e só agora conseguiram implementar de uma maneira eficiente.

SOINN. (Foto: Divulgação)SOINN. (Foto: Divulgação)

Outro bom exemplo é supor que SOINN  não saiba fazer chá. Mas e se por um acaso ele foi enviado para uma pessoa que gosta de chá e vive sozinha? Por razões óbvias, essa pessoa vai pedir para ele fazer uma xícara de chá verde em algum momento. SOINN, então, pedirá ajuda a outros robôs através da internet.

Segundo a equipe responsável pelo robô, ele não exige um hardware superpoderoso, o que facilita a sua fabricação. No entanto, nenhuma palavra foi dita sobre quando o sistema pode começar a ser comercializado.

Via: Diginfo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Alex Lima
    2011-08-04T16:25:59

    Eita preula, a SkyNet está se tornando realidade, bem q a Sara avisou kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk