Sistemas Operacionais

30/09/2011 11h20 - Atualizado em 30/09/2011 11h20

Amazon estaria prestes a comprar a Palm

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

A gigante do varejo online Amazon tem interesse em comprar a Palm e o seu sistema operacional móvel para smartphones e tablets webOS. Quem informa é o site VentureBeat, que recebeu a notícia de "uma fonte bem inteirada nos fatos".

Segundo o site, existem outras empresas interessadas em adquirir a Palm, porém é a Amazon que está mais próxima de fechar o acordo. Depois da HP abandonar o negócio dos tablets, muitos rumores começaram a surgir sobre possíveis compradores da Palm e do webOS.

Aliás, o webOS foi uma plataforma que mostrou recursos interessantes, e prometia ser um sistema que poderia ser uma alternativa consistente para aqueles que não queriam ficar presos ao iOS e Android. Porém, nunca teve a chance merecida de se destacar no mercado depois que passou para as mãos da HP.

Rumores recentes davam conta de que a Samsung estava interessada em adquirir a Palm, mas o próprio CEO da empresa, Choi Sung Gee, negou rapidamente os rumores. A HTC, por outro lado, cuidadosamente deixou o mundo inteiro saber que não se importaria em ter um sistema operacional móvel aberto em suas mãos, embora o CEO da empresa, Cher Wang, tomou o devido cuidado de não entrar em detalhes sobre como eles adotariam isso em seus produtos.

Agora a Amazon aparece como forte candidata à compra da Palm e do webOS. Depois de atrair os holofotes com o lançamento do seu próprio tablet de 7 polegadas, o próximo passo seria a aquisição de um sistema próprio, para seguir um caminho de desenvolvimento mais exclusivo.

Um forte motivo para o interesse de outros fabricantes no webOS é que, com a aquisição da Motorola Mobility por parte da Google, a tendência é que a empresa de Mountain View dê preferência de lançamentos e atualizações para a Motorola. Logo, ter um sistema operacional próprio pode ser uma interessante estratégia para competir no mercado de tablets e smartphones.

Tudo indica que é uma questão de tempo até que alguma empresa adquira a Palm das mãos da HP (e provavelmente, com um grande desconto). E, se a compradora for a Amazon, muito provavelmente eles terão que reformular completamente as futuras versões do Kindle Fire, migrando o sistema do Android para o webOS. Afinal, não faz muito sentido uma empresa, onde os dispositivos de hardware são apenas uma fachada para oferecer conteúdos de software aos usuários, desenvolver tablets com dois sistemas operacionais ao mesmo tempo.

Por outro lado, a Amazon ainda tem a alternativa de integrar o webOS aos seus e-readers, que continuam com ótimas vendas. Nos dois casos, a estratégia da Amazon deve ser a longo prazo, mas com alternativas interessantes de uso para o webOS.

Via: Mashable

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares