Internet

29/09/2011 15h15 - Atualizado em 29/09/2011 15h15

Apple adiciona 25 novos países a iBookstore e se prepara para combater o Kindle

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Apostando no sucesso da distribuição de livros em formato digital e cerrando suas fileiras para a batalha contra o novo Kindle, a Apple liberou para autores e editores o acesso, via iTunes Connect, da iBookstore em 25 novos países. Desta maneira, escritores podem adicionar essas regiões aos seus produtos, direcionando-os de maneira mais eficaz ao seu público. Ou simplesmente ampliando os mercados onde podem disseminar seus livros.

Com 25 novos países, iBookstore ganha novo impulso para combater o Kindle. (Foto: Divulgação)iBookstore ganha novo impulso.(Foto: Divulgação)

O TechTudo já falou um pouco sobre a expansão vigorosa que a Apple mantém em suas plataformas de distribuição de conteúdo ao reportar que 10 novos países da Europa devem ganhar suas versões da iTunes Store.

Os novos países da livraria digital são todos europeus. Áustria, Bulgária, Chipre, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Eslováquia, Eslovênia, Finlândia, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Suécia e Suíça. Alguns destes fazem parte dos rumores sobre a chegada da iTunes Store em mais 10 nações da União Europeia, conforme noticiamos ontem, e isso fortalece a informação da iTunes Store também desembarcando por lá.

O fato de a iBookstore estar disponível inicialmente apenas aos autores se explica pela necessidade de formar estoque antes de tornar a loja aberta ao público geral. Até o momento, autores e consumidores apenas dispunham de versões da iBookstore nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França e Austrália.

Fonte: The Next Web

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares