Sistemas Operacionais

11/09/2011 14h45 - Atualizado em 11/09/2011 14h45

Cryptic detalha modelo free-to-play de Star Trek Online

Camila Chimello
por
Para o TechTudo

Na última semana a Cryptic anunciou que iria modificar o sistema de pagamento de Star Trek Online até o final deste ano. O título, que é um MMO (Massive Multiplayer Online), utiliza hoje um sistema de assinatura mensal e, até o final desse ano,  irá receber o sistema free-to-play.

Cryptic detalha modelo free-to-play de Star Trek Online (Foto: Divulgação)Cryptic detalha modelo free-to-play de Star Trek Online (Foto: Divulgação)

Na ocasião do anúncio, o estúdio não havia informado detalhes ou como irá funcionar essa transição. O sistema de assinatura irá permanecer para aqueles que já realizaram o pagamento, a diferença entre jogadores assinantes e jogadores free-to-play será na quantidade de personagens e outras características in-game.

Os jogadores do modo gratuito poderão criar apenas 2 personagens (limite de 3 personagens para assinantes), terão um inventário reduzido e limite de crédito em comparação aos seus colegas assinantes.

Acesso para criação de um Fleet está limitado e Foundry Creator é totalmente bloqueado para jogadores free, também há restrições no chat in-game, fórum, email e serviços para consumidor, e serão adicionadas propagandas no In-Game Vivox Voice Chat. Os detalhes dessa nova modalidade de jogadores de Star Trek Online teve seus detalhes revelados através do FAQ na página oficial do jogo.

Jack Emmert, CEO da Cryptic comentou: “Para completar a busca por uma nova vida e explorar estranhas civilizações, parte de nossa missão contínua em expandir e melhorar Star Trek Online. A transição à um modelo free-to-play é uma forma natural de compartilhar tudo que construímos com uma comunidade ainda maior de jogadores. Não poderíamos estar mais empolgados.”

Via Eurogamer

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares