Internet

13/09/2011 16h00 - Atualizado em 13/09/2011 16h00

Facebook contrata desenvolvedor de Web Apps em HTML5; será que teremos uma Facebook App Store?

André Fogaça
por
Para o TechTudo

A maior rede social do mundo, o Facebook, estendeu seus braços para o mundo da programação em HTML5 ao contratar Teck Chia, fundador e CEO da OpenAppMkt.com, que nada mais é do que um site que vende e distribui webapps para iPhone, iPod Touch, iPads e até para Androids.

Teck Chia, agora funcionário do Facebook (Foto: Reprodução/TechTudo)Teck Chia, agora funcionário do Facebook (Foto:
Reprodução/TechTudo)

Há algum tempo comenta-se sobre um plano secreto (o Projeto Esparta) do Facebook para criar aplicações dentro da internet, os chamados "webapps". Um recente movimento de Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, dá indícios de que este projeto pode realmente existir. Sua empresa contratou Teck Chia, até então fundador e CEO da OpenAppMkt.com.

O estranho é que o Facebook não comprou a OpenAppMkt, apenas trouxe o cérebro da empresa para suas mãos. Hoje, o site que Chia comandava está sob responsabilidade de outra pessoa, e continua funcionando firme e forte.

O que chamou a atenção de Zuckerberg é que o rapaz contratado está diretamente envolvido em uma série de aplicativos criados para o próprio Facebook, com uma média de mais de 20 milhões de usuários entre todos os webapps. Além disso, o rapaz já foi engenheiro para a empresa Oracle.

O projeto da loja de apps dentro do Facebook está em construção há meses não somente pelo Facebook, mas com a ajuda direta de várias empresas. A intenção é quebrar o domínio que a Apple e o Google têm sobre os apps e webapps em suas plataformas. Segundo informações, os produtos serão desenvolvidos tanto em Java quanto em HTML5.

Via: TechCrunch.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares