Internet

26/09/2011 15h13 - Atualizado em 26/09/2011 16h02

Google inicia projeto para digitalizar antigos documentos bíblicos da História

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

Não é difícil entender a necessidade de, atualmente, tudo ser armazenado na web. Fotos, textos, documentos. A ação do tempo é cruel com este tipo de conteúdo impresso e, por diversas vezes, muita coisa se perde por conta disso. Imagine não poder mais ter acesso aos mais antigos textos bíblicos já descobertos na História?

Documento bíblico digitalizado. (Foto: Divulgação)Google pretende digitalizar documentos. (Foto: Divulgação)

Pensando nisso, o Google, em parceria com o Museu Israelense, em Israel, está realizando um trabalho para levar os Dead Sea Scrolls (Manuscritos do Mar Morto) para a Internet.

Encontrados entre 1947 e 1956 em cavernas de Qumram, no Mar Morto, estes fragmentos de centenas de textos são as versões mais antigas da Bíblia já encontradas e continham Livros Apócrifos, regras da seita e porções de toda a Bíblia Hebraica.

A ideia da gigante de buscas é utilizar imagens de resolução superior a 1200 megapixels, para que os usuários possam fazer zoom profundo na direção do texto, sendo possível analisar até mesmo a superfície onde eles estão escritos. Além do original, em hebraico, estará disponível uma tradução em inglês.

Segundo especialistas, estes textos foram escritos há mais de 24 séculos. Depois de mais de 2000 anos, o Google disponibiliza os manuscritos para todos os interessados que nunca tiveram a oportunidade de lê-los ou simplesmente de vê-los no Santuário do Livro do Museu de Israel.

Via TNW

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares