Sistemas Operacionais

30/09/2011 10h40 - Atualizado em 30/09/2011 10h40

Ubuntu 11.10 tem o boot mais lento que versões anteriores. O que aconteceu?

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Apesar da mais recente versão da mais popular distribuição Linux do mercado sugerir que teremos melhorias na performance, o Ubuntu 11.10 peca em um importante quesito: inicialização. Ela é muito mais lenta que as últimas versões apresentadas, e esse post tem como objetivo detectar o que aconteceu com o sistema da Canonical para chegar a esse resultado.

Interface do Ubuntu 11.10. (Foto: Divulgação)Interface do Ubuntu 11.10. (Foto: Divulgação)

Muito se fala sobre os sistemas operacionais com boot instantâneo (o Splashtop é o sistema mais conhecido) e sobre o tempo de inicialização do sistema. O objetivo é reduzir o tempo de boot da máquina ao máximo em diversas distribuições Linux. Porém, a versão 11.10 do Ubuntu perde nesse aspecto em relação às versões anteriores.

Tudo indica que o principal problema da nova versão do Ubuntu é o seu tema, que está muito pesado. Ao longo do seu desenvolvimento, foram divulgadas notas que informavam que o pessoal da Canonical tinha conseguido estabelecer uma inicialização com tempo abaixo dos 10 segundos, e em alguns casos, conseguiram um tempo de até 5 segundos para iniciar o sistema Ubuntu.

Porém, parece que a perspectiva da Canonical e dos desenvolvedores do sistema mudou. Eles não se pronunciam mais sobre a possibilidade de reduzir o tempo de inicialização. O foco da atenção está agora na nuvem, nos recursos do deskop e nas lojas de aplicativos. Ao que parece, eles esqueceram completamente o aspecto que parecia fundamental para o sistema no ano passado.

Uma prova disso é o estudo realizado no site Phoronix que mostra as comparações preliminares de inicialização das versões 11.10 e 11.04 do Ubuntu, com testes realizados em diversos tipos de equipamentos, envolvendo netbooks, notebooks e desktops.

Os resultados dos testes são claros. A versão 11.10 teve um tempo muito maior (em alguns casos, o dobro) da inicialização do seu predecessor (que por sua vez, também perdeu para a versão Maverick Meerkat) em todos os equipamentos envolvidos nos testes, o que nos leva a crer que claramente que a Canonical deixou de lado essa questão.

A pergunta é: a Canonical deixou a questão do boot mais rápido de lado por que preferiu focar em outros aspectos do sistema? Ou para ignorar o desejo dos usuários? Para muitos usuários do Ubuntu, ter uma inicialização mais rápida é algo muito importante (mesmo que não seja algo crucial) e a atitude da Canonical nesse sentido é, no mínimo, decepcionante.

Via: MuyLinux.com

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Cleberson Silva
    2011-10-02T11:42:23

    Concordo com o Joel. Quem sabe na versão final isso esteja resolvido. Espero melhoriaas do sistema pois ele é meu SO padrão para desenvolvimento web.

  • Joel Santos
    2011-09-30T11:12:07

    Faltou informar que a versão 11.10 encontra-se em beta 2. A versão final sairá no dia 13 de outubro. Essas informações são importantes para que não seja formada uma opinião precipitada.