30/10/2011 16h33 - Atualizado em 30/10/2011 16h35

Artista japonesa cria ‘Máquina de Menstruação’

TechTudo
por
Para o TechTudo
Imagem 'Sputniko!' do projeto 'Menstruation Machine' © 2011   (Foto: Reprodução)'Sputniko!' (Reprodução: Menstruation Machine)

Sputniko! é uma artista filha de mãe Inglesa e pai Japonês, e que ficou conhecida, dentre outras coisas, pela frase “Eu prefiro ser uma Cyborg do que uma Deusa” no vídeo “Child Producing Machine”, uma resposta ‘na lata’ ao ministro Hakuo Yanagisawa de seu país, após a ocasião em que ele se referiria às mulheres como ‘máquinas de produzir bebês’. Desde então, ninguém mais a ignora.

Sabe aquele tipo de artista que só pode existir no Japão? Então, Sputniko! é uma delas. Ela já deixou claro que Darwin tinha que parir ele próprio um filho antes de suscitar que a Biologia deveria ser a justiça seletiva da natureza via apenas a mulher. Seu material é, digamos, muito louco mas também interessante e esse parece ser um tema recorrente em suas experimentações.

Sputniko! seguiu primeiramente os passos do pai, professor de matemática, e bacharelou com honras na primeira classe de Matemática e Ciência da Computação em 2006 no Imperial College London. Em 2010, arrancou um mestrado em Interações em Design no Royal College of Art, também no Reino Unido. De lá para cá ela vem colecionando aparições premiadas em museus e festivais em Tókio, Singapura, Nova Iorque e YouTube afora.

Ácida e totalmente desprendida, a jovem japonesa tem arrematado por aí menções e estatuetas. Ela recebeu no Festival Internacional de Artes Midiáticas Ars Electronica em 2009 um prêmio por uma colaboração com Cesar Harada chamada ‘Open Sailing’ e agora em 2011 mais um outro, no Festival Japonês de Arte e Mídia, onde teve a peça ‘Crowbot Jenny’ recomendada por aclamação pelo júri.

Mais recentemente, a Lady Nipo-Gaga e autora de frases como “será que nós podemos hackear e brincar com este mundo?” surpreendeu com um projeto chamado ‘Menstruation Machine’ (é isso mesmo que você entendeu) e, além de um vídeo no estilo preferido do Cardoso, a japinha construiu literalmente uma máquina de fazer e sentir menstruar. #daft

A traquitana é composta por um dispositivo que libera pequenos fluxos de sangue falso, após disparar electrodos que estimulam cólicas menstruais ‘honestas’ (diz ela) na região abominal, tal qual aquelas que sofrem as nossas pobres costelinhas.

No vídeo, ela aparece como um garoto — que mais parece uma daquelas lolitas vivas do bairro de Harajuko — que quer se vestir de menina tanto física quanto biologicamente, ornando-se então com o tal cinturão tecno-dolorido de Francisco. E se você acha que o argumento artístico e a liberdade poética limita-se apenas à viagem ácida [porém consistente] da artista, fica que vai ter bolo.

Sputniko! mostra um homem a provocar voluntariamente a dor da menstruação em si próprio, propondo que o fardo sanguinolento do desconforto não deve ser exclusivamente da moças. Ouch!

Isso tudo através de uma linguagem repleta de elementos tecnológicos, montagens e colagens artesanais, assim como a sua resposta pessoal para o embate científico a respeito da extinção programada/controlada ou não da malfadada “maldição mensal” das gazelas.

‘Menstruation Machine’ está sendo exibido atualmente na mostra Talk to Me do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque e foi indicado ao prêmio ‘Signature Art Prize‘ de Artes Visuais Contemporâneas das nações do Pacífico-Asiático, promovido pelo Museu de Arte de Singapura.

Clique abaixo para assistir ao vídeo.


Saiba mais no site da Sputniko!

PS: minha mulher a-do-rou a idéia e está cheia de pensamentos esquisitos… #borrando

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Alexandre Toni
    2011-10-30T18:31:49

    concordo em todas palavras com o nosso amigo Ewerton S deveria ir parra outro site

  • Duda Weyll
    2011-10-30T18:03:10

    A maldita liberdade de expressão é essencial, mas temos que ler/ouvir cada diarreia mental que causa mais cólicas que a maquininha inútil da japa. u.u

  • Ewerton S
    2011-10-31T13:10:11

    Sério Duda Wins, falou tudo, sim arte é boa, liberdade de expressão é boa, a idéia pode ter sido boa, mais que eu vi na matéria e pelo vídeo, mais uma querendo tirar proveito da onda chamada "Youtube", e para senha Carolina, voce que mora no USA, vim criticar o brasil é meio idiota né, nao acredito que voce saiu na época que lutávamos por direitos na rua, apanhando de policiais, passávamos noites sem dormi, preocupados com a familia, mais decididos pois estávamos lutando por nossas familias, e não usando videos, lutar pelos ideais é sempre louvável, mais deis de que sejam certos.

  • Lucas Tosi
    2011-10-31T11:15:54

    Se eu entendi corretamente a matéria, a artista utilizou de sua criatividade e expressou na forma desta arte seu protesto contra o ministro japonês. É claro que é válido! Quem disse que apenas no CQC ou Pânico! se pode desafiar/desaforar os políticos e chamar a atenção da sociedade! rsrs

  • Duda Weyll
    2011-10-31T10:32:32

    Carolina, a maioria aqui trabalha, vota e paga impostos pra 'mudar o brasil', enquanto essa moça vende conceitos pseudo-intelectuais em nova iorque pra elite ianque achar o máximo e engordar a conta bancária dela, bem longe da sua terra natal. A inutilidade não está na ação, mas na ação repetida, é um tema repetido do feminismo, e arte boa é arte original. =p

  • Carolina Campedelli
    2011-10-31T09:56:28

    a "maquininha inútil" dessa moça é um protesto. pelo menos ela está fazendo algo, botando a cara a tapa, para calar o governo japonês. e vocês? o que estão fazendo para melhorar o brasil? nada. reclamam no G1 e postam mensagens/fotos ridículas no facebook, nas quais gostam de chamar de "protesto virtual". tá bom, senta lá e assiste o teu protesto virtual virar piada, como sempre.

  • Samuel Franco
    2011-10-31T09:24:24

    *.*

  • Simone Ribeiro
    2011-10-31T08:33:57

    Meu Deus!!! Quanta bobagem!! Pior sou eu que além de ler ainda me dou o trabalho de comentar sobre isto...

  • Duda Weyll
    2011-10-31T06:50:05

    Eita, calma, gente, a arte é boa por ser desnecessária. Em suma, a japa contrapõe a visão política do povo japonês, a democracia como uma das populações mais anciãs do mundo, o que sobrecarrega o sistema tributário do país e faz o ministro soltar pérolas daquelas q, na verdade, são simples e objetivas para a resolução do problema. Se as japas não virarem maquinas de bebês, o país vai falir, simples assim, e ela retrucou a afirmação com um problema feminista, nao com uma solução feminista; por isso é inutil pra mim. Se ela fosse a favor da clonagem ou da gravidez masculina, seria menos obvio.

  • Mario Iijima
    2011-10-31T06:18:02

    Vou mudar meu sobrenome para Oliveira ou Lopes. Talvez assim eu me pareça mais com um brasileiro e não seja tesourado por algum sensor... opa... moderador racista. Não basta ter nascido aqui, tem que ser branco ou negro para ser considerado brasileiro. Vou passar a gostar de pagode e rebolar na avenida todos os anos mascarado, é claro, para não me escurraçarem.

  • Drga Stdrtart
    2011-10-31T05:59:07

    é mulheres... nós homens não fazemos ideia de como é difícil mas... PQP! Essa Japa poderia inventar uma maquina pra acabar Com a TPM. Acho que seria muito mais útil. À Propósito acho que ela estava de TPM quando inventou essa Jossa!

  • N. Wiki
    2011-10-31T05:17:51

    Aline, achei muito interessante a sua posição...será que você podia ser um pouco mais clara? Sputiniko é uma feminista japa pós-moderna, A-DO-REI!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Aline Mora
    2011-10-31T04:21:09

    Primeiro muitos dos comentários são desnecessários, agora Deise voce vim querendo da lição de moral sobre essa matéria é bem idiota, realmente esses estagiários da globo vão procurar coisas la no japão, enquanto não vejo nada aqui do brasil, e deise quando voce se refere "é incrivel como o ser humano nao entende" se coloque no pacote pois creio que voce também seja, e sim, matéria totalmente inútil, vamos prestigiar mais nossos trabalhos do que sai la para fora procurando.

  • N. Wiki
    2011-10-31T02:39:23

    "I'd rather be a Cyborg than a goddess" é uma frase da feminista Donna Haraway do livro "A Cyborg Manifesto: Science, Technology, and Socialist-Feminism in the Late Twentieth Century" (Manisfesto Ciborgue: ciência, tecnologia e socialismo-feminista no final do século XX" Só um coisa, fantástica!

  • Helder Miranda
    2011-10-31T00:13:25

    period maXXXine ou menstruador japones?

  • Nicole Finn
    2011-10-30T22:03:39

    Deise Hirata Wins! \o/

  • Eduardo Duda
    2011-10-30T20:22:33

    meu deus que faltade cultura dessa gente, tem mais é que ficar olhando novela e se alienando cada vez mais! não tem o minimo de percepção! por isso mesmo que os politicos roubam e dão risada desse povo besta e ignorante. VAMOS PEDIR PIEDADE, SENHOR PIEDADE PRA ESSA GENTE CARETA E COVARDE... LHES DÊ GRANDEZA E UM POUCO DE CORAGEM...

  • Denise Silva
    2011-10-30T19:53:34

    Não gostei da matéria e nem do vídeo. Mas, a música até que vale a pena..

  • Deise Hirata
    2011-10-30T19:46:07

    é incrivel como o ser humano nao entende...ela nao criou essa makina para tds usarem vcs viram o video vcs escutaram a musica do video? vcs viram uma frase ? que fala can you understand? Pois e aqui no japao o governo quer que as mulheres facam mais filhos, mais por questoes de economia sera q nem assim vcs entendem a mensagem q ela quis passar evoluam e aprendam pois aqui nao s apoia politico!!!! e nenhum corrupto entra duas vezes no mandato ao contrario eles s suicidam de tanta vergonha Aprendam ao menos aqui s luta pelo os direitos e m diz sera q ela msm é inutil????

  • Gabriel Almeida
    2011-10-30T19:34:08

    A cura da AIDS ninguém cria, né?! Bahh...

  • Ewerton S
    2011-10-30T17:48:47

    Na boa, vocês Estagiários, não tem algo de util para postar não, cada coisa idiota que vocês colocam aqui, acho que o mais idiota sou eu por esta lendo, realmente, meu deus, postem algo realmente de valor