Tablet

04/10/2011 20h26 - Atualizado em 04/10/2011 20h26

iPad já supera tráfego de iPhone e Android no Brasil

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Estatísticas apontam para um crescimento do tráfego de iPads na internet brasileira, a ponto de o tablet, que tem menos tempo de mercado que o iPhone, já ter superado todos os índices.

O gadget da Apple se tornou mais representativo que a soma total de tráfego gerado via Android, atualmente dividido em dezenas de modelos de tablets e celulares. Estes e outros números foram divulgados no Digital Age 2.0 e são de autoria da ComScore.

Navegabilidade móvel é um mercado punjante no Brasil, mostram pesquisas (Foto: comScore)Navegabilidade móvel é um mercado punjante no Brasil, mostram pesquisas (Foto: comScore)

Outro ponto que chama atenção é a paixão brasileira por tablets. No universo de navegantes de dispositivos móveis, o tráfego via tablets já é responsável por 40% do total. Em quatro meses, o tráfego via smartphones e tablets cresceu no Brasil em 60%. Tamanha escalada não encontra paralelo em nenhum outro país do mundo.

Contudo, se comparado o mundo dos dispositivos móveis com o tráfego total dos internautas brasileiros, o número ainda é muito pequeno: a parte mobile representa apenas 1% do universo total entre brasileiros. Em comparação, nos EUA e Reino Unido as estatísticas apontam 7% do tráfego total. Por outro lado, no total, somos já 80 milhões de brasileiros conectados à internet, representando uma família que cresce a 25% ao ano.

Os números, além de tudo, devem indicar tendências e reforçar convicções. Apesar da facilidade de uso, mobilidade e tudo mais que você consegue em seu smartphone, seja ele iOS ou Android, a preferência das pessoas na hora de navegar na internet ainda reside em mais espaço de tela e melhor facilidade de visualização, características presentes no tablets e computadores convencionais - embora o vigor do crescimento dos tablets permita com que imaginemos um contexto onde o brasileiro passe a navegar mais pelos tablets do que por qualquer outra coisa.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares