16/11/2011 16h29 - Atualizado em 16/11/2011 17h44

Hondurenho de 17 anos desenvolve sistema para controlar computador com os olhos

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Luis Cruz, um jovem hondurenho de apenas 17 anos de idade, criou um projeto que procura dar amplo acesso a uma tecnologia que pode fazer a diferença por um preço baixo. Mesmo com sua pouco idade, ele desenvolveu em um ano o que chamou de Eyeboard, um tipo de dispositivo para rastreamento ocular que oferece interação com o computador para usuários com deficiências motoras. Por se utilizar de tecnologias simples e facilmente disponíveis no mercado, o sistema tem um custo de US$ 300, cerca de R$ 530 de acordo com a atual cotação.

Eyeboard (Foto: Reprodução)Luis Cruz demonstra o Eyeboard (Foto: Reprodução)

Este não é o primeiro sistema a ser lançado com essas características. A diferença da interface criada por Luis Cruz, no entanto, está na facilidade de acesso: o hondurenho conseguiu criar todo o sistema com um custo final baixo, o que o torna viável para usuários de países em desenvolvimento.  Além disso, ele também disponibilizou o código aberto do software, oferecendo o projeto para que outros programadores acelerem o desenvolvimento da interface. Aos 17 anos, Luis ajuda para que dispositivos do tipo se tornem uma realidade possível para os usuários que deles necessitam.

Luis Cruz dedicou os últimos 12 meses à criação do Eyeboard. O jovem passou o ano de 2010 construindo e desenvolvendo a interface de rastreamento ocular, que trabalha com a medição do potencial de repouso da retina, utilizando eletrodos em cada lateral dos olhos. O olho humano é polarizado: carrega uma carga positiva na parte da frente, e, na de trás, há um grupo de nervos ligados à retina com carga negativa.

Quando o olho se move, os eletrodos medem a variação dessas cargas através da pele. O Eyeboard não possui a mesma precisão dos sistemas que utilizam lentes de contato ou  o monitoramento de vídeo. O preço, por outro lado, torna o invento muito mais viável e atrativo. E, mesmo com os eletrodos aplicados em um par de óculos de sol, o sistema é bom o suficiente para seguir os movimentos dos olhos com certa eficiência.

Embora o sensor só acompanhe os movimentos oculares na horizontal, o software desenvolvido por Cruz já possibilita a seleção de letras na tela, permitindo que o usuário possa digitar palavras inteiras usando apenas os movimentos dos olhos. O Eyeboard ainda está em uma fase embrionária de desenvolvimento, mas sua produção deve se manter na faixa de preço estimada de US$ 300. O próximo passo do projeto é integrar o software da interface ao computador, permitindo o gerenciamento do sistema operacional.

Abaixo, vídeo demonstrativo do Eyeboard (em inglês).


Via Gizmag

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Arthur Verissimo
    2011-11-17T09:02:10

    um progresso para centro américa!!!

  • Everton Silva
    2011-11-17T08:31:20

    Como não, vai ganhar muito dinheiro sim, veja, existem milhares de pessoas com deficiência fisica, é óbvio, que, esse tipo de pessoa poderá usar essa tecnologia!

  • Uenna Machado
    2011-11-17T02:54:05

    Muito inteligente... Pena que com certeza o rapaz não vai ganhar nda com isso.

  • Duda Weyll
    2011-11-17T00:15:28

    Nem adianta cobrar nada da TechTudo, ainda mais osbre produção nacional... Esse site parece mais uma vitrine para acionistas da Apple ganharem dinheiro em cima da primeira e segunda leva recente de inclusão digital. xD

  • Wallinson Passos
    2011-11-16T23:45:51

    o site poderia olhar para nossos jovens e disponibilizar a nossa midia para eles, como todo pais desenvolvido faz, apoiando o produto interno.Porem esse ainda faz parte dos bons casos ,mas vejo que estao dando espaco demais ,midia demais para outros que nada nos favorecem, alias duvido muito se no brasil nao ha talentos como Pedro Marques e Carlos Ribeiro ja alertaram.

  • Branco Branquito
    2011-11-16T22:21:00

    Carlos Ribeiro; Falo tudo. Não é a 1ª vez que vejo isso aqui. Seria muito mais gratificante se mostrasse os mesmo feitos pelos estudantes de engenharia do Brasil.

  • Carlos Ribeiro
    2011-11-16T21:32:30

    Em Santa Rita do Sapucaí, tem uma feira no INATEL (Instituto Nacional de Telecomunicações), onde os alunos de engenharia apresentaram um óculos que executa as mesmas funções, o Tech Tudo, como sugestão, deveria visitar estes polos de tecnologia existentes no Brasil, como uma forma de apresentar o que nossos futuros engenheiros estão criando e fabricando.

  • Pedro Marques
    2011-11-16T21:03:57

    Luis Cruz, um jovem hondurenho de apenas 17 anos de idade, criou um projeto que procura dar amplo acesso a uma tecnologia que pode fazer a diferença por um preço baixo. Mesmo com sua pouco idade, ele desenvolveu em um ano o que chamou de Eyeboard, um tipo de dispositivo para rastreamento ocular que oferece interação com o computador para usuários com deficiências motoras. Por se utilizar de tecnologias simples e facilmente disponíveis no mercado, o sistema tem um custo de US$ 300, cerca de R$ 530 de acordo com a atual cotação.

  • Pedro Marques
    2011-11-16T21:02:19

    Interessante, porém Vejo apenas o TechTudo trazendo informações sobre outro países, porém temos, no Sul do País um grupo de jovens de uma escola técnica que criaram o "óculos mouse", por um custo de R$ 50,00 e até então não vi nada por aqui... O Nosso amigo da reportagem acima gastou U$ 300,00. Porquê não fazer uma reportagem sobre o que nós, Brasileiros temos por aqui? Deem um pouco de crédito pra nossa Pátria... Quanto ao invento, não há nada de revolucionário... e a funcionalidade também não está com nada. Obrigado!

  • Mateus Lima
    2011-11-16T20:27:48

    Ok. Agora imagine um computador que se resume a uma tela preta com letras verdes e um teclado. Um mundo onde música não dá dinheiro porque o formato .mp3 impediu qualquer artista de vender sua música pela internet. Onde o design-conceito não saiu da arquitetura para o projeto de produto, e tudo é quadrado. Esse é seu mundo sem Steve Jobs, seu imbecil.

  • Wil G
    2011-11-16T20:19:47

    Flavio Silva, se o Steve Jobs tivesse se empenhado um pouco na evolução da medicina e não gastar o talento de seus empregados em futilidades (Ipods, iMacs e outras inutilidades) talvez ele tivesse conseguido vencer sua doença. Steve Jobs, para mim em nada contribuiu para a humanidade. Discorda? Prove!

  • José Silva
    2011-11-16T19:08:05

    Interessante, porém Vejo apenas o TechTudo trazendo informações sobre outro países, porém temos, no Sul do País um grupo de jovens de uma escola técnica que criaram o "óculos mouse", por um custo de R$ 50,00 e até então não vi nada por aqui... O Nosso amigo da reportagem acima gastou U$ 300,00. Porquê não fazer uma reportagem sobre o que nós, Brasileiros temos por aqui? Deem um pouco de crédito pra nossa Pátria... Quanto ao invento, não há nada de revolucionário... e a funcionalidade também não está com nada. Obrigado!

  • Jonas Basso
    2011-11-16T18:41:45

    Tchê, alguém fala pro nosso amigo José, que o rapaz tem apenas 17 anos...

  • Flávio Silva
    2011-11-16T18:36:36

    Isso sim é não pensar tanto em lucros, dá acesso a quem precisa. Grande gênio da minha geração jovem. Parabéns pra Honduras e para a mãe que gerou esse prodígio. Alguns lamentam Steve Jobs, mas muitos são osque irão sucedê-lo e melhor, a atual geração sempre vem pra por a última no calcanhar. Nós iremos construir um mundo muito mais tecnológico, acessível, mais cooperativista, unido e com bem menos pré-conceito. Essa é a Era Pós-PC como diria a galera da Apple.

  • Jones Silva
    2011-11-16T18:21:39

    Parabéns ao jovem. Existe um programa parecido com o dele. É o HeadMouse 3.11 que você pode controlar o mouse pelos olhos e ações de clique pelo piscar.

  • Rosa Veronese
    2011-11-16T18:03:03

    é o milagre da tecnologia! Que Deus continue o usando para ajudar a humanidade em todos os sentidos.

  • Jose Zambianco
    2011-11-16T18:26:05

    Isso é mais velho que a minha avó, isso se aprende em qualquer curso técnico de eletrônica + um pouco de boa vontade. Engraçado é a chamada da matéria, até achei que fosse algo realmente inovador.