04/11/2011 13h48 - Atualizado em 04/11/2011 13h48

Suíços querem utilizar laser para criar chuva

Darlinton Carvalho
por
Para o TechTudo

Parece uma ideia de ficção científica, mas cientistas da Universidade de Genebra (Suíça) estão atirando raio laser no céu para fazer chover. A técnica, chamada condensação de água assistida por laser, utilizar raios laser para criar gotas de água no ar, permitindo assim que a humanidade, pela primeira vez na história, determine onde e quando irá chover.

A equipe atirou lasers por 133 horas com o objetivo de induzir a formação de partículas de ácido nítrico no ar a partir dos pulsos. (Foto: Divulgação)A equipe atirou lasers por 133 horas com o objetivo de induzir a formação de partículas de ácido nítrico no ar a partir dos pulsos. (Foto: Divulgação)

Os cientistas acreditam que esta técnica pode resolver problemas como seca e, consequentemente, a fome, além de vários outros tipos de catástrofes causadas por mudanças climáticas. A equipe de pesquisadores demonstrou a técnica em um campo de teste depois de preparar o laboratório móvel de laser perto do Lago Genebra. Os cientistas atiraram lasers por 133 horas com o objetivo de induzir a formação de partículas de ácido nítrico no ar a partir dos pulsos.

Essas partículas prendem-se a moléculas de água e transformam-se em gotas. O aumento no tamanho das gotas inviabiliza sua evaporação - e elas continuam crescendo alguns milésimos de milímetro em diâmetro. Mesmo assim, ao final do experimento essas gotas ainda eram muito pequenas para causar uma chuva, mas isto provou que a tecnologia tem seu mérito em transformar a atmosfera.

“Nós não geramos gotas de chuva ainda, elas são muito pequenas e muito leves para cair como chuva. Para obter chuva, precisamos de partículas centenas de vezes maiores, então elas tornam-se pesadas o suficiente para cair”, disse Jérôme Kasparian, físico da Universidade de Genebra, em um artigo para a revista Nature Communications.

Por enquanto, a equipe do laser Teramobile só consegue emitir raios de luz a curta distância. O alcance de áreas mais distantes na atmosfera, onde a água normalmente condensa, precisa ser realizado para que a chuva seja criada sobre grandes áreas. Quando esse dia vier, em teoria, a equipe poderá criar chuva.

Ao invés de criar chuva, os lasers poderiam criar tantas gotas pequenas no ar que nenhuma iria crescer grande o suficiente para cair. “Talvez um dia isso possa ser um modo de atenuar as monções ou reduzir alagamentos em certas áreas”, disse Kasparian. Embora seja preciso considerar sua utilização com parcimônia para não criar problemas maiores no desarranjo do equilíbrio climático do planeta.

Via: Inhabit

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares