Plataformas online

15/12/2011 07h55 - Atualizado em 15/12/2011 07h55

PlayStation Vita: Todos os detalhes sobre o novo portátil da Sony

Felipe Vinha
por
Para o TechTudo

Inicialmente conhecido como NGP – ou Next Generation Portable – o novo portátil da Sony agora se chama PlayStation Vita. Um nome estranho? Após o PSP, simples e direto, talvez seja. Mas com este nome é que a companhia pretende, literalmente, injetar nova vida aos jogos portáteis, já que Vita se refere a, claro, “Vida”, no latim. Teríamos um nome mais apropriado que este ao aparelho? Dificilmente.

Untitled-1Playstation Vita (Foto: Divulgação)

A ideia do Vita não é apenas revolucionar os videogames portáteis em termos de gráficos, mas também em formas de jogar, conectividade e outras funcionalidades, ainda que básicas, mas que fazem toda a diferença. Será que a estratégia da Sony está no caminho correto? Só saberemos mesmo quando o aparelho chegar ao mercado. Enquanto isso, o TechTudo reuniu todos detalhes já revelados do portátil para que você acompanhe o que vem por aí. Confira!

Hardware

Ao contrário da Nintendo, a Sony optou por não introduzir tecnologia 3D em seu novo portátil, preservando tal coisa apenas para o console de mesa, o PlayStation 3, que também é capaz de rodar filmes desta forma. Mas então como a gigante japonesa quer fazer frente ao revolucionário Nintendo 3DS, da Big N, com seu 3D sem óculos?

Primeiro, vamos aos números, os técnicos, que quase ninguém entende, mas que são importantes. O PlayStation Vita apresenta uma tela OLED com cinco polegadas e capacidade de multitoque. Seu processador de quatro núcleos é o  ARM Cortex-A9 MPCore, além da GPU também de quatro núcleos  SGX543MP4, com clock setado em 266 Mhz. Em palavras bem mais simples: o Vita exibe imagens com extrema clareza, de boa definição e com gráficos de ponta. Esta é a primeira grande novidade do aparelho.

Como citamos, há a presença de uma tela com suporte a multitoque, a mesma tecnologia utilizada em aparelhos como iPad e iPhone. Mas este não é o único local que o jogador vai tocar, já que o aparelho apresenta ainda um painel situado na parte de trás, que também é sensível ao toque. Como isso influencia nos games? Alguns o utilizam para sua jogabilidade principal, deixando os controles ainda mais intuitivos. Um dos games já confirmados para esta funcionalidade é Little Deviants, que a utiliza de forma bem criativa. O jogador movimenta os dedos por trás do Vita, enquanto modifica o terreno para mover personagens.

facxes-vitafacxes-vita

Outro ponto importante no hardware do aparelho é a presença de duas alavancas analógicas, contra um único disco analógico do PSP. Esta era uma das maiores reclamações do antigo portátil da Sony, já que a câmera dos jogos ficava incrivelmente prejudicada. Agora a coisa funciona exatamente como no DualShock3, do PlayStation 3. Uma alavanca move os personagens pelo cenário – em games com câmera em terceira pessoa, por exemplo -, enquanto o outro move a visão do jogador, ou a câmera. Bem mais eficiente.

Além das alavancas, o Vita apresenta um direcional digital e os famosos botões da família PlayStation – quadrado, triângulo, círculo e xis. Os “botões de ombro” L e R também estão presentes, bem como os corriqueiros Start/Select e o botão PS, para acessar menus.

Infelizmente, o PS Vita não apresenta saída de vídeo, para ser ligado em uma TV. Uma pena, realmente, já que sua resolução de 960 x 544 poderia até ser bem aproveitada em TVs menores. Pelo visto a Sony resolveu limitar um pouco as ligações externas do aparelho, já que ele não apresenta também uma bateria removível, como ocorreu com o modelo PSPgo.

Por falar em bateria, outra notícia ruim relacionada: sua duração. O portátil vai durar na sua mão entre 3 e 5 horas de jogatina, necessitando de uma recarga após este período de tempo. Para vídeo, a duração da bateria pode atingir 5 horas, enquanto para músicas ela pode chegar a até 9 horas completas, com a tela em modo de descanso.

O Vita também não possui memória interna para arquivos e jogos. A compra de um cartão de memória de formato proprietário, em capacidades que variam de 4 a 32GB. Os cartões são necessários mesmo para savegames de jogos. Jogos estes, aliás, que virão em um tipo de mídia conhecido como NVG Cards, com capacidade de 2 a 16B (limitados a 4GB no lançamento). Pois é, nada de UMD, a mídia do PSP, por aqui. Ela se foi completamente.

Por fim, uma novidade importante no hardware é a presença de duas câmeras, uma na frente e outra atrás. A presença das duas câmeras promete muitas novidades em termos de chat com vídeo (Olá, Skype!) e também com captura de filme. Claro que elas também podem ser utilizadas para jogos que rodem em Realidade Aumentada, aquela técnica que mistura imagens do mundo real com figuras geradas em computador.

Software

Talvez a maior ausência no sistema do PlayStation Vita seja a XrossMediaBar, a barra que serve de menu principal para aparelhos mais recentes da Sony, como o PSP, PlayStation 3 e até algumas TVs da linha Bravia. A interface de usuário do novo portátil é chamada de LiveArea, que é, na verdade, uma interconectividade entre menu e serviços online, que promete elevar ainda o nível de ligações sociais e de jogos do usuário com o sistema.

O menu é formado por um fundo com ondas em movimento e ícones que ficam flutuando na tela, em boa definição. Os ícones do sistema operacional representam as opções possíveis – como jogo, câmera, PlayStation Store (loja online para comprar jogos), navegador de internet, chat e até troféus.

facesystemfacesystem

Há ainda softwares pré-instalados no sistema e voltados para interação social, como o Near e o Party. Este último, como o nome sugere (“festa”), é um canal de reunião para amigos, que poderão participar de chats (até mesmo com voz), ainda que cada amigo esteja em um jogo diferente. Este é o famoso “cross game chat”, muito requisitado no PlayStation 3, mas que só está presente no Vita, em termos de aparelhos da Sony.

Já o Near é um serviço mais simples, mas que promete surpreender de acordo com seu uso constante e adicionais funcionalidades, que poderão ser introduzidas mais tarde. Trata-se de um serviço de localização, que funciona via PlayStation Network e indica quando há outro PS Vita na região, permitindo partidas imediatas, chats, compartilhamento de lista de amigos e mais. O Near também registra automaticamente se algum Vita passou perto de você em algum momento (durante uma caminhada, por exemplo), recebendo informações compartilhadas pelo dono.

Outros programas e aplicativos que devem acompanhar ou ser compatíveis com o aparelho são o Facebook, Skype, Twitter e foursquare. Tudo para torná-lo ainda mais ”social” do que qualquer outro videogame portátil.

Jogos

Mas de que adianta um portátil tão atraente em funcionalidades secundários se não apresentar uma boa biblioteca de jogos, certo? É pensando nisso que a Sony e outros estúdios já preparam um portfólio de primeira para o PlayStation Vita.

Um dos principais destaque é Uncharted: Golden Abyss, que promete levar ao Vita as aventuras do herói Nathan Drake, que nasceram no PlayStation 3 e agora vão ganhar a primeira versão portátil. Os gráficos são o principal destaque do game, que também deve apresentar uma história divertida e jogabilidade simples, porém altamente bem elaborada.

Outro game da própria Sony é WipEout 2048, nova versão da sua famosa série de corrida futurista. Aqui o jogo apresenta todas as pistas de sua edição no PlayStation 3 e tem como principal atrativo o multiplayer entre os dois aparelhos – o console de mesa e o videogame de bolso.

psvita_conferencia-sonyPS Vita na conferência da Sony (Foto: Divulgação)

No Japão, a lista de jogos confirmados para o lanamento do Vita é composta por nada menos que 26 títulos. São eles: BlazBlue: Continuum Shift II Plus, Browser Sangokushi Touch Battle, Project N.O.E.L.S., Fish On, Dynasty Warriors Musou Next, Shinobido II, Power Smash 4, Uncharted: Golden Abyss, Hot Shots Golf 6, F1 2011, Dream Club, Disgaea 3: Return, Katamari no Biita, Shin Kamaitacho no Yoru, Ultimate Marvel vs. Capcom 3, Yuusha no Kiroku, Dark Quest, Lord of the Apocalypse, Michael Jackson Experience HD, NicoNico Douga, Sawari Makuuru, Ridge Racer, Monster Radar, @field, Minna to Issho: Friend Network e Army Corps of Hell.

Obviamente, boa parte destes títulos não são muito famosos no Ocidente, mas a lista para os meses seguintes não é nada fraca e inclui ainda jogos como Street Fighter X Tekken, Zone of The Enders HD Collection, Final Fantasy X HD, entre muitos outros. E tudo isso com suporte aos famigerados Troféus da PlayStation Network.

Se todos estes games não foram o suficiente, saiba ainda que o Vita é compatível com diversos formatos anteriores utilizados pela Sony: jogos da linha Minis, gibis da PlayStation Store e até mesmo os títulos PlayStation Suite, compatíveis também com dispositivos Android. Correm rumores de que games de PlayStation 2 também vão rodar no pequeno notável. Some isso tudo e você terá, pelo menos, mais de 500 títulos disponíveis para jogar desde o primeiro dia que o portátil chegar às lojas. Infelizmente, ele não será compatível com clássicos do PSOne ou os jogos de TurboGrafx-16 lançados na PlayStation Store. O motivo para esta decisão não foi revelado pela Sony.

Lembrando ainda que todos os jogos do PlayStation Vita serão lançados em cartucho e também digitalmente, via PlayStation Store. Games digitais serão relativamente mais baratos que os vendidos em mídia física, porém.

Quando?

Marque na sua agenda: o PlayStation Vita chega em 22 de fevereiro no Ocidente e a data vale também para o Brasil. Japão recebe o portátil primeiro, em 17 de dezembro deste ano.

Ao menos já sabemos quanto ele vai custar nos EUA – US$ 250 em sua versão com conectividade Wi-Fi e US$ 300 na edição com Wi-Fi e 3G. O preço no Brasil? Vamos ter que aguardar um pouco para ter esta informação. A Sony, porém, estuda lançar o aparelho em parceria com operadoras de celular, por conta dos planos 3G, o que pode baratear o preço final em certos casos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Wolnei Reis
    2011-12-23T13:24:25

    cara ta loko ta mais caro que o xbox 360 la nos estados unidos. é uma parada loka esse ps vita mas nesse valor ai nao irmao. com certeza vai chegar no brasil mais caro q o play 3 brasil é brasil ou nos contentamos ou mudamos

  • Fabiano Degan
    2011-12-15T21:08:51

    Estava até nos meus planos, mais depois disso ...

  • Michael Bechior
    2011-12-15T19:47:22

    A Nintendo foi oportunista e introduziu esse falso 3d e a Sony percebendo que as pessoas não estão levando esse papo de 3d a sério não introduziu, vai por mim é a nova Sega a empresa do Mário ... Em relação ao preço do PSVita, não ligo não pq não compro celular de operadora mesmo.

  • Caíque Feu
    2011-12-15T14:08:15

    KKKKKKK... Parcerias com operadoras ? "Baratear o Preço"?? Maninho no Brasil Você pago pelo que não existe, a Diferença de comprar com operadora e que você vai pagar 200,00 R$~ a 400 a menos e vai Ficar de 12 a 16 meses Pagando Todo Mês Por um serviço Limitado, De Péssima Qualidade e Caro, No fim das Contas e melhor comprar Fora das Operadoras e avista... Já Comecei Juntar Meus" Zeny$ "Na minha Poupança...