Tablet

09/12/2011 18h49 - Atualizado em 09/12/2011 18h49

Samsung consegue se livrar da restrição do Galaxy Tab na Austrália

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

O Samsung Galaxy Tab 10.1 pode voltar a ser vendido livremente na Austrália. A Suprema Corte do país negou o recurso solicitado pela Apple contra uma decisão de um juizado da Corte Federal do país, que derrubava a proibição de comercialização do tablet da empresa sul-coreana no mercado australiano.

samsung-galaxy-tab-101-girls110711122553Samsung Galaxy Tab 10.1 (Foto: Divulgação)

No final do mês passado, o plenário da Corte Federal reverteu por unanimidade a decisão que proibia o Galaxy Tab 10.1 de ser vendido na Austrália até uma audiência final, prevista para o começo do ano que vem. Na época, o tribunal argumentou que a proibição temporária dava uma “vitória” para a Apple que não era justa, principalmente se o tablet só pudesse ser comercializado no país depois do período de vendas do Natal. Além disso, o juizado considerou a estratégia da Apple uma “concorrência desleal”.

A decisão desta sexta-feira, por conta disso, foi muito importante. Caso o ganho de causa fosse para a empresa de Cupertino, muito provavelmente o tablet da Samsung jamais veria as prateleiras australianas, já que seria ultrapassado por modelos que chegariam mais cedo no mercado.

O vice-presidente da Samsung Austrália, Tyler McGee, disse estar satisfeito com o resultado. “É fantástico para nós, e para os consumidores australianos, que agora terão a oportunidade de comprar o Galaxy Tab”, disse em entrevista por telefone a um veículo de imprensa local.

A empresa não quer perder mais tempo, e já informou que disponibilizará o produto nas principais lojas do país na próxima segunda-feira (11). McGee, mais entusiasmado, afirma que algumas lojas de departamentos australianas vão receber o tablet ainda nesse fim de semana.

Via BGR

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares