Sistemas Operacionais

22/12/2011 16h06 - Atualizado em 22/12/2011 16h06

Windows Phone da Nokia chegou tarde demais?

Larissa Ferreira
por
Para o TechTudo

Mesmo recebendo críticas positivas, os novos smartphones da Nokia com Windows Phone aparentemente não fizeram tanto sucesso quanto a empresa gostaria. Segundo uma pesquisa da Exane BNP Paribas, o primeiro Windows Phone da fabricante finlandesa, o Lumia 800, é o preferido de apenas 2% dos europeus.

Nokia Lumia 800, o primeiro Windows Phone da NokiaNokia Lumia 800, o primeiro Windows Phone da Nokia (Foto: Divulgação)

De acordo com especialistas, não há nenhum problema com os aparelhos que justifique essa rejeição, exceto um problema de bateria registrado em alguns modelos. Ainda assim, e mesmo contanto com o aclamado sistema operacional móvel da Microsoft, os aparelhos da Nokia simplesmente não caíram no gosto popular.

Por um lado, essa recepção não muito calorosa já era esperada e tem uma boa justificativa: além de o Windows Phone ser um sistema recente, ele começou a disputar agora em um mercado já dominado pelos concorrentes Android e iOS, que contam, respectivamente, com 50%, e de 15 a 20%, do mercado.

Além disso, esse mercado também é relativamente novo para a Nokia, que até então mantinha a maior parte dos seus investimentos em celulares mais simples (com o antigo sistema Symbian), que ainda superam em número de vendas os dispositivos com Windows Phone.

Apesar do atual cenário e da descrença de alguns analistas, representantes da Nokia defendem o recém-lançado Lumia e acreditam que existe um “momento positivo” para a empresa. Levando-se em conta o tamanho da companhia e o potencial do novo sistema operacional da Microsoft, os novos smartphones têm uma boa chance de conquistar seus próprios admiradores, ainda que precisem de um tempinho pra mostrar seu valor.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares