Sistemas Operacionais

18/01/2012 19h21 - Atualizado em 18/01/2012 19h21

Com chegada do iPhone 4S, iOS volta a ter grande crescimento

Helito Beggiora
por
Para o TechTudo

As vendas de iPhone voltaram a crescer após o lançamento do 4S, segundo uma pesquisa divulgada pela Nielsen. A procura crescente pelo telefone da Apple fez com que a quota de mercado do iOS também subisse. Agora, a Google detém uma vantagem de pouco mais de 2% sobre seu principal concorrente.

Market share dos smartphones (Foto: Reprodução / Nielsen)Market share dos smartphones (Foto: Reprodução / Nielsen)

De acordo com a Nielsen, a fatia de participação no mercado do iOS saltou de pouco mais de 25% para 44,5% entre os meses de outubro e dezembro de 2011. No mesmo período, o Android teve uma queda acentuada, passando de 61,6% para 47%. A Google continua liderando com uma pequena vantagem, mas pode perder o trono muito em breve se o iOS continuar crescendo.

A pesquisa também comparou a atual divisão do mercado mobile com dados recentes (últimos três meses). No gráfico, fica claro que os consumidores estão comprando mais gadgets com Android e iOS. Todos os outros concorrentes juntos representam pouco mais de 11% das vendas.

Comparativo das vendas de smartphones (Foto: Reprodução / Nielsen)Comparativo das vendas de smartphones (Foto: Reprodução / Nielsen)

Ainda segundo a pesquisa, os norte-americanos estão optando por smartphones em vez dos telefones tradicionais. Atualmente, 60% dos aparelhos vendidos nos Estados Unidos são smartphones. No quarto trimestre de 2011, esse número era de apenas 46%.

Via Mac Magazine

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Estevam Alves
    2012-01-19T11:48:48

    Engano Luciano, a restrição no portfólio da Apple é decisão dela, q nada tem haver com dominação de mercado. Os números são claros. Até porque estamos falando de EUA, xing-ling não costuma ser vendido em lojas direitas.