06/01/2012 15h48 - Atualizado em 06/01/2012 15h52

Conceito de telefone fixo dispensa totalmente o uso das mãos

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Praticidade, conforto e muita tecnologia. Essas são as propostas do Wavelenght, um telefone conceitual criado por Daniel Fitzgerald, recentemente publicado na revista Yanko Design. O aparelho promete ser o primeiro telefone fixo completamente “handsfree” (que dispensa o uso das mãos).

soundwave7Conceito de telefone dispensa o uso das mãos. (Foto: Divulgação)

A ideia do Wavelenght é eliminar qualquer tipo de receptor externo ou fone de ouvido para transmitir e receber o som de telefones fixos. Para tal, o telefone possui alto-falantes direcionais paramétricos, além de um microfone direcional, para envio e recepção de áudio de altíssima qualidade.

Os falantes permitem que o usuário tenha uma conversa privada, sem precisar segurar nenhum tipo de dispositivo, dispensando inclusive o uso de fones Bluetooth ou microfones presos na roupa.

soundwave2 Wavelenght.

A vantagem do Wavelenght é que o usuário poderá realizar outras tarefas enquanto a chamada é realizada, e com uma qualidade final de áudio mais natural e eficiente do que os telefones convencionais.

Para aumentar a eficiência do produto, o aparelho dispõe, ainda, de uma pequena câmera responsável por monitorar o rosto dos usuários e determinar a sua posição. O ajuste das configurações é feito automaticamente e garante que a qualidade da chamada seja a mesma, independente da posição do usuário.

Sobretudo, para complementar o conceito futurista, o telefone possui um display destacável e um teclado numérico que se desloca para a parte frontal do produto. Ideal para ser usado também como dock de recarga para smartphones.

Via Yanko Design

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares