Fabricantes

13/01/2012 16h37 - Atualizado em 13/01/2012 16h37

IBM cria dispositivo de armazenamento com apenas 12 átomos

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A IBM foi capaz de armazenar informações binárias em seis pares de átomos. É o equivalente a dizer que é possível armazenar dados em nível atômico, ou que se pode construir um HD tendo como princípio o ordenamento atômico de uma pequena quantidade de átomos. A tecnologia pode significar um enorme salto nas tecnologias de armazenamento.

ibmIBM cria dispositivos de armazenamento. (Foto: Divulgação)

Os pesquisadores da IBM conseguiram armazenar um byte de informação em 96 átomos de ferro. Pode parecer muito pouco, mas essa densidade de informação por átomo supera em 100 mil vezes o melhor disco rígido ou flash drive do mercado. Isso acontece porque atualmente é necessário algo em torno de 1 milhão de átomos para guardar apenas 1 bit. Com a técnica, agora é possível guardar o mesmo bit em 12 átomos.

Em certo sentido, os pesquisadores liderados por Andreas Heinrich, quebraram a Lei de Moore. Em lugar de começar com o menor padrão possível pela tecnologia estabelecida e daí diminuir a quantidade de átomos, os pesquisadores adotaram outra abordagem: começaram com um átomo e foram adicionando novos átomos até conseguirem 1 bit em forma estável, evitando interações entre outros átomo que descaracterizassem a informação.

A informação é magnética e em escala atômica, sua estabilidade é mantida por finas interações e princípios do magnetismo. Em temperaturas bem frias, 12 átomos são suficientes para reter informação. Na temperatura ambiente, a escala aumenta para 150 átomos de ferro que, magnetizados, retém 1 bit de dados. Não é tão impressionante como 12, mas, ainda assim, é algo em torno de 10 mil vezes mais eficiente que a tecnologia atual.

Os átomos de ferro foram arranjados em um substrato de cobre através de técnicas de nanoengenharia. A ordenação de cada um deles define seus estados, e a composição desses estados define um padrão, 0 ou 1, que pode ser lido como um bit de informação.

No vídeo abaixo, em inglês, você aprende um pouco mais sobre a técnica:


Via Extreme Tech

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares