13/01/2012 15h24 - Atualizado em 13/01/2012 15h24

Intel explica a apresentação fake do DirectX 11 nos Ivy Bridge

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A Intel forjou um vídeo, durante sua apresentação na CES 2012, para mostrar o desempenho dos processadores Ivy Bridge em aplicações que usam o DirectX 11. A ideia era apresentar a capacidade dos produtos que são destinados aos ultrabooks em rodar jogos de última geração, como o Fórmula 1 2011, da Codemasters.

f1Intel explica apresentações fake do Directx 11 (Foto: Divulgação)

O problema é que o vídeo mostrou controles de um player e ficou nítido que tratava-se de uma gravação, e não de uma demonstração ao vivo e em tempo real das capacidades dos processadores da marca. A farsa foi flagrada na hora e a Intel eximiu-se de comentar o episódio no dia.

Na última quinta-feira (12/1), no entanto, a fabricante de microprocessadores esclareceu o ocorrido ao site AnandTech. A Intel disse que não houve má fé no episódio e que só decidiu forjar o gameplay em tempo real do Fórmula 1 2011 devido a demonstração ter sido incluída de última hora na apresentação de Mooly Eden, diretor da área de computadores.

Claro que mostrar um jogo para uma plateia não requer muita habilidade e preparação técnica. Na verdade, o trabalho para montar a estrutura, ligando computador a periféricos, projetores e tudo mais é o mesmo para exibir um vídeo ou para jogar. A Intel defende que seus novos processadores possuem capacidades de vídeo 30% superiores aos Sandy Bridge e que já são capazes de sustentar competição com as placas dedicadas da Nvidia e AMD.

Apesar da explicação ser razoavelmente discutível, a Intel resolveu liberar um vídeo supostamente real de suas GPUs integradas rodando F1 2011 com o DirectX 11 ativado. É curioso notar que o ultrabook escolhido para o novo vídeo é um modelo diferente do usado na apresentação falsa.

Via Neowin

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares