Internet

30/01/2012 08h48 - Atualizado em 21/11/2013 10h25

Redes sociais são censuradas para voluntários das Olimpíadas de Londres

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

O  comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 decidiu estabelecer regras sobre o conteúdo que os voluntários poderão divulgar nas redes sociais sobre o maior evento esportivo do planeta. A decisão, que pode ser encarada como censura para alguns, veio em forma de “orientação”. 

article-0-0CD77F6D000005DC-265_468x286Os voluntários dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 estão proibidos de divulgarem informações nas redes sociais (Foto: Divulgação)

Foi pedido aos voluntários que não mencionassem detalhes sobre suas atividades durante os Jogos Olímpicos. Os trabalhadores poderão dizer, em linhas gerais, que estão colaborando com o evento, mas não poderão dizer exatamente onde estarão atuando, muito menos se terão algum tipo de contato com atletas, dirigentes, celebridades e autoridades.

As regras se aplicam a todas as mais de 70 mil pessoas cadastradas. Segundo o jornal britânico Daily Mail, elas estão expressamente proibidas de publicar conteúdos no Facebook e Twitter das áreas VIPs das praças esportivas, ou dos bastidores do evento, seja em áudio, vídeo ou texto.

Os trabalhadores poderão republicar as mensagens divulgadas pelas contas oficiais dos Jogos Olímpicos nas redes sociais. Segundo o site do Comitê, toda a comunicação e divulgação de material dos Jogos deve ser feita pelas fontes oficiais, e a equipe está sendo orientada a não falar diretamente com a imprensa sem autorização prévia.

Como se não bastasse a não publicação de conteúdo sobre os jogos, eles também não podem divulgar a localização (ou seja, nada de Foursquare), divulgar ou comentar notícias sobre atletas participantes dos Jogos, ou se envolver em qualquer tipo de discussão online sobre o tema.

Um porta-voz do Comitê Olímpico britânico justifica a decisão, informando que tais medidas são feitas para a segurança dos atletas, dirigentes e demais envolvidos nos Jogos Olímpicos. “Como é padrão na maioria das organizações, nós fornecemos algumas orientações práticas e conselhos básicos sobre a interação do voluntário nas mídias sociais, com o objetivo de proteger os interesses de nossa força de trabalho e operação”, disse, em comunicado enviado à BBC.

Via Daily Mail

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares