19/02/2012 11h20 - Atualizado em 19/03/2012 14h16

Hackers publicam 400 MB de dados do exército norte-americano

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Hackers que alegam ter envolvimento com o grupo Anonymous liberaram o equivalente a 400 MB de informações que seriam pertencentes ao exército norte-americano. Os dados teriam sido desviados de uma plataforma do exército chamada de Intelligence Knowledge Network (IKN), que congrega oficiais de inteligência do exército americano em todo o mundo.

Exército dos Estados Unidos (Foto: Reprodução/USA Army)Exército dos Estados Unidos (Foto: USA Army)

Os dados divulgados ainda não foram totalmente esmiuçados, mas há algum ceticismo em torno do teor dos arquivos e até que ponto eles guardam alguma informação realmente sensível. Entre os arquivos, estão um manual de operações de inteligência de dois anos atrás e um documento sobre procedimentos para apoio logístico em operações urbanas de 2008.

Entende-se que todo o material obtido está classificado numa chancela que o categoriza aos olhos das autoridades como “sensível, mas não restrito”. O conteúdo seria destinado ao conhecimento dos oficiais da corporação, o que significa uma ampla gama de pessoas.

A plataforma serve para colocar membros do exército norte-americano em contato, independente do lugar do mundo onde estejam operando. A rede é usada para disseminar informações, comunicação e também organizar questões logísticas das operações.

O exército não comentou o episódio, mas instabilidades verificadas no site ikn.army.mil sugerem que os administradores da plataforma estão enfrentando dificuldades, provavelmente trabalhando em correções das falhas que deram origem ao vazamento.

Via The Tech Journal

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares