Internet

16/03/2012 18h34 - Atualizado em 16/03/2012 18h34

Amigos e familiares continuam recebendo e-mails de homem que morreu no ano passado

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

Jack Froese, americano de 32 anos, morreu por conta de uma arritmia cardíaca em junho de 2011. No entanto, diversas pessoas próximas a ele afirmam: cinco meses depois, que continuam recebendo mensagens misteriosas da conta de e-mail do falecido, mencionando conversas privadas que tiveram com ele pouco antes de sua morte.

Gary Hart (esquerda) com o amigo falecido Jack Froese (direita) (Foto: Reprodução)Gary Hart (esquerda) com o amigo falecido Jack Froese (direita) (Foto: Reprodução)

A família da Pensilvânia diz que ninguém tinha as senhas da conta de Frose e que não acredita que ela tenha sido hackeada. Tim Hart, considerado, um de seus melhores amigos por 17 anos, recebeu e-mails de Froese. Em entrevista à rede de TV britânica BBC, ele falou sobre o caso.

“Ele era meu braço direito e meu melhor amigo. Em novembro, estava no meu sofá olhando os e-mails no celular quando vi um e-mail com Jack Froese como o remetente. Fiquei pálido quando li. Foi muito rápido e a mensagem era curta, porém com um assunto que somente eu e ele entenderíamos”, disse.

No assunto do e-mail, havia a frase “Estou vendo” e no conteúdo mais longo perguntava “Você me ouve? Estou na sua casa. Aproveite para limpá-la”. O curioso é que, segundo Hart, eles haviam conversado sobre a sujeira em sua casa pouco antes de Jack morrer.

Jimmy McGraw, primo do falecido Froese, também afirma ter recebido mensagens póstumas do homem. No e-mail, ele teria dito saber que o primo iria quebrar o tornozelo – o que aconteceu uma semana antes. Além disso, ele pediu para que o primo mandasse saudações a um amigo, com quem não conseguiu se conectar.

“Estou tentando seguir em frente, para me sentir melhor, mas é difícil”, explicou McGraw.

As pessoas que receberam os supostos e-mails de Froese, responderam de volta, porém não houve um novo contato. A identidade do remetente real ainda é um mistério, mas a família parece não se importar muito.

“Os e-mails fizeram algumas pessoas felizes, outras tristes, mas para mim, é sempre uma memória a mais do meu filho”, encerrou a mãe de Jack, Patty Froese.

Sobrenatural ou brincadeira de mau gosto? Só o tempo dirá.

Via Daily Mail

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares