Internet

09/03/2012 08h47 - Atualizado em 09/03/2012 09h36

Após ter notebook baleado por pai, jovem fala que reação foi exagerada

Victor Vasques
por
Para o TechTudo

Após ter seu notebook baleado pelo pai, Hannah Jordan apareceu pela primeira vez em público para dar sua opinião sobre o caso que se tornou um viral na Internet. Em um programa de TV, ela afirma que foi uma reação exagerada, mas entendeu o seu pai.

Essa história começou quando seu pai, o americano Tommy Jordan, gravou e publicou no YouTube o momento em que atirava diversas vezes no notebook da filha. A ação inusitada foi resposta às atitudes da jovem, que se recusava a fazer algumas atividades domésticas e publicou reclamações sobre os pais no Facebook. Após ler uma declaração em frente às câmeras, ele não hesitou em atirar com sua arma calibre 45 no notebook da filha.

pai-atira-notebook-filha-eua-20120306 (Foto: pai-atira-notebook-filha-eua-20120306)Tommy Jordan atirou no notebook da filha após reclamações da jovem no Facebook (Foto: Divulgação)

De acordo com Hannah, apesar de achar a atitude do pai um pouco exagerada, a convivência entre a família é tranquila e ela afirma ter aprendido a lição. A jovem ainda afirmou ao programa de televisão Today Show, que ficou chateada com o pai por algum tempo, mas que logo tudo voltou ao normal.

O vídeo, com mais de 31 milhões de acessos, ganhou repercussão internacional e fez com que Tommy fosse alvo de diversas paródias, além de manifestações do público. O americano ainda afirma que possui uma pasta onde guarda os diversos e-mails de apoio e repudio da atitude, mas frisou que “na maioria, são mensagens de apoio”. Hannah afirma que segue sem notebook e que a família entrou em um acordo.

Via DailyMail

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Thaiz Park
    2012-05-02T10:21:18

    Concordo com o Bruno Silva.

  • Bruna Honesco
    2012-05-02T10:16:11

    Vi e adorei o video. Acho que ele exagerou atirando no note já que foi ele mesmo quem pagou por ele, mas não tiro a razão dele. Qdo eu tinha 12 anos meu pai, contra a vontade da minha mãe, me deu uma Mobilette (os com mais de 30 vão se lembrar...rs). Ganhei com a condição de andar somente na rua ou nas ao redor, mas como toda boa "aborrecente" eu me juntava com as meninas da mesma idade e sumia com minha irmã de 7 anos na garupa. Minha mãe enlouquecia! A solução, foi venderem a motinho e ainda fui obrigada a ajudar a colocar numa Kombi e ver levando embora. Obvio que aprendi a obedecer...

  • Edson Pereira
    2012-03-09T12:08:27

    Apóio o Tommy. Tem momentos que um choque de realidade faz a pessoa voltar à realidade. Ele já havia advertido Hanna outras vezes e ela continuou desobedecendo. Essa atitude dele foi extrema mas por culpa da própria Hanna que ainda publicou no facebook uma extensa carta que ele lê no vídeo e na carta ela ainda reivindica pagamento pelos serviços domésticos. Ele responde à altura da carta e informa ainda que ele paga as contas dela, as roupas, a alimentação a diversão e ela ainda quer dinheiro? O castigo foi justo e Hanna conforme ela mesmo disse, aprendeu a lição. Sem mais!

  • Lourivaldo Santos
    2012-03-09T11:57:30

    Essa semana já teve carro baleado...agora estão baleando os note...mas espero que o note fique bem.

  • Bruno Silva
    2012-03-09T11:25:52

    CORRETO A ATITUDE DO PAI,CORTOU O MAL PELA RAIZ,CORRETO,HOJE ESSES ADOLESCENTE SO QUER SABER DE TWITTER FACEBOOK, NUM LAVA O COPO QUE BEBEU AGUA....

  • Rafael Costa
    2012-03-09T11:02:00

    O pai está certo!

  • Alex Souza
    2012-03-09T10:56:48

    Agora que ela tá sem o notbook,quando ela não lavar a louça ele atira nela!!!kkkkk

  • Marcos Kilder
    2012-03-09T10:16:13

    ta certo, e tinha q botar fogo no aparelho!