05/03/2012 18h36 - Atualizado em 05/03/2012 18h36

Computadores quânticos armazenarão mais dados do que o número de átomos no universo

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A IBM investe pesado nas pesquisas que buscam transformar a ideia de computador quântico em realidade. Em recentes informações divulgadas pela empresa sobre os avanços de suas pesquisas, está um dado interessante: estima-se que um computador quântico de 250 quBits será capaz de armazenar um volume de dados que é maior do que o número total de átomos no universo.

IBM revela seus novos progressos na pesquisa da computação quântica (Foto: Divulgação/IBM Research)IBM revela seus novos progressos na pesquisa da computação quântica (Foto: Divulgação/IBM Research)

Em uma simplificação, significa que o computador quântico é uma máquina que, quando operar, reconhecerá a informação a partir do “sim, não e talvez”. É um salto enorme. Um computador capaz de trabalhar dados, considerando uma possibilidade intermediária entre o 0 e 1, terá capacidade de processamento que vai além de qualquer supercomputador atual.

Talvez mais impressionante do que a capacidade de armazenar mais bytes do que os números de átomos no universo, é a possibilidade de um computador quântico poder processar e endereçar um volume alto de dados em poucos segundos. Com essa capacidade e vigor de processamento, será possível, por exemplo, simular complexas interações climáticas e resolver cálculos em questão de horas.

Estimativas

As revelações da IBM vieram acompanhadas de projeções que dão conta de que em dez ou 15 anos teremos computadores quânticos operacionais. Os pesquisadores estão empolgados com recentes avanços conquistados nos laboratórios da companhia.

Entre os avanços, está a criação de chips quânticos com qubits de estabilidade relativamente alta. Até então, um dos principais problemas em termos de computação quântica estava vinculado ao fato de que os qubits eram entidades muito instáveis. O computado gravava a informação e quando a buscava para processamento ou leitura, simplesmente o dado tinha se transformado em qualquer outra coisa.

Os pesquisadores da IBM conseguiram criar um processador quântico de 3 qubit que dribla este problema. Manufaturado com componentes e recursos de fabricações convencionais, o chip tem qubits com estabilidade de até dez microssegundos, uma vitória enorme na pesquisa desta tecnologia.

Via Extreme Tech

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares