Navegadores

20/03/2012 15h53 - Atualizado em 20/03/2012 15h53

Erro da corte pode fazer com que fundador do Megaupload recupere bens bloqueados pela justiça

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

Os bens bloqueados de Kim DotCom, fundador do MegaUpload, podem ser liberados em breve. Isso porque Kim, que teve seu patrimônio apreendido pela Justiça da Nova Zelândia, teria sido denunciado de maneira errada pela polícia local. 

Dotcom, ao que tudo indica, vai poder voltar a esbanjar sua riqueza (Foto: Divulgação)Dotcom, ao que tudo indica, vai poder voltar a esbanjar sua riqueza (Foto: Divulgação)

O empresário foi detido na mansão onde vivia em Auckland, no último dia 19 de janeiro, acusado de crimes relacionados à pirataria virtual pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Na casa dele, foram apreendidos carros de luxo, quadros, jet skis e muitos outros itens.

Segundo o jornal New Zealand Herald, os bens de Kim foram detidos sem direito à apelação do réu. O que, para as autoridades, teria sido uma falha grave e inconstitucional. A juiza Judith Potter declarou o pedido de apreensão dos bens do empresário “nulo” e “sem efeito legal”, e ordenou que eles sejam devolvidos ao fundador do Megaupload. Os responsáveis pela acusação de Kim tentaram reparar o erro, mas já era tarde. Resta saber, agora, qual será o próximo capítulo da polêmica.

Via CNet

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares