Tablet

12/03/2012 19h34 - Atualizado em 12/03/2012 19h35

Estoque do novo iPad esgota na pré-venda

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

A Apple confirmou de forma extra-oficial, neste fim de semana, que seu estoque inicial do novo iPad foi esgotado no mesmo dia do lançamento do produto. Se confirmada, a notícia informada pelo site USA Today pode ser considerada como uma das mais rápidas vendas de um produto da Apple em sua história.

Novo iPad já está esgotado nos Estados Unidos e Canadá (Foto: Divulgação)Novo iPad já está esgotado nos Estados Unidos e Canadá (Foto: Divulgação)

Segundo a fonte, a venda do novo iPad nos Estados Unidos foram excepcionais, fazendo com que o produto ficasse “fora de catálogo” na página da Apple Store. Com isso, a empresa de Cupertino informa que o primeiro lote de pré-venda do produto já está esgotado, e o produto não está mais disponível no país até o início das vendas físicas do tablet, que acontece no próximo dia 16.

Os números das vendas não foram revelados, nem pela Apple, nem pelo USA Today.

Ainda segundo a fonte, algumas lojas de varejo nos Estados Unidos ainda garantem a disponibilidade do tablet para o dia do seu lançamento, e em virtude da grande procura pelo lançamento os estoques dos Estados Unidos e do Canadá serão repostos com mais rapidez. Na maioria dos demais países que estão com o lançamento do novo iPad marcado para as primeiras janelas de lançamento, os respectivos sites da Apple estão citando um atraso na previsão de entrega, de duas a três semanas, para qualquer modelo do novo iPad.

Os números potencializam a possibilidade da Apple ultrapassar a sua própria marca histórica de vendas de um lançamento, dando continuidade a tradição dos últimos lançamentos da empresa. O iPhone 4S chegou a ter os seus estoques esgotados depois do seu lançamento oficial, mas o seu atraso nas entregas já foi contornado.

O que pode atrapalhar os planos da Apple dessa vez é que o novo iPad será lançado em 10 países, e os atrasos nas entregas já são citados nos sites antes mesmo de o modelo chegar ao público. Além disso, os números são maiores do que aqueles estabelecidos na época do iPhone 4S.

O volume de vendas já coloca uma pressão ainda maior sobre os fabricantes de tablets Android, que não conseguiram ter uma demanda próxima aos tablets da Apple. O Amazon Kindle Fire é o modelo Android mais bem sucedido em suas vendas, mas como a empresa não informa dados concretos de suas vendas, não temos certeza do quão bom foi o volume de saída.

Estimativas de institutos independentes calculam que a Amazon vendeu pelo menos 4 milhões de unidades do seu tablet entre os meses de novembro e dezembro, mas com significativos cortes recentes de sua produção, tudo indica que veremos a Apple recuperar parte do terreno perdido, com as vendas do seu novo tablet.

Via Electronista.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares