Internet

21/03/2012 15h22 - Atualizado em 21/03/2012 16h14

Site facilita a compra de licença de músicas para fins comerciais

Felippe Fogli
por
Para o TechTudo

O GreenLight Music iniciou seus trabalhos trazendo uma novidade aos produtores de vídeos, caseiros ou profissionais: facilitar as negociações com grandes gravadoras para o licenciamento de músicas em projetos com fins comerciais. A marca foi criada pela Corbis, empresa norte-americana do cofundador da Microsoft, Bill Gates.

Empresa visa facilitar o processo de compra de licenças musicais (Foto: Reprodução)Empresa visa facilitar o processo de compra de licenças musicais (Foto: Reprodução)

A Corbis já atua no setor de anunciantes há algum tempo, oferecendo serviços de venda de imagens e vídeos voltados para o mercado publicitário. A principal promessa do novo serviço, no entanto, é remover as barreiras tradicionais de licenciamento de músicas, tornando o processo mais rápido. E para isso, já estreou no mercado com um 'peso' considerável, trazendo o apoio de quatro grandes gravadoras mundiais: EMI, Universal, Warner e Sony.

O processo de negociação é tratado de forma bastante simples e dividido em duas categorias. É possível personalizar uma oferta ou simplesmente comprar através de opções com preços fixos. Para cada transação realizada, o GreenLight receberá uma taxa variável entre 10% e 20%.

Ao escolher a oferta personalizada, o usuário terá que especificar seu uso, determinando se a música será usada em um evento, site ou programa de TV, dentre outras opções. Depois, será mostrado um valor que a empresa indica como ideal para se oferecer à gravadora. O comprador poderá abaixar ou aumentar a oferta, assim como a gravadora poderá aceitar ou recusar sua oferta. As licenças só podem ser pagas com cartões de crédito ou contas corporativas.

Por outro lado, a versão em preços fixos é ideal para profissionais que não têm tempo para esperar o aceite da gravadora. O GreenLight Music oferece a opção de compras para uso imediato. Neste modo, no entanto, você ficará preso às restrições da música e do preço pedido, sem poder negociar.

Via All things D e GreenLight music

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares