PC

23/04/2012 13h35 - Atualizado em 23/04/2012 13h35

Intel lança chips Ivy Bridge

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

A Intel lançou oficialmente nesta segunda-feira (23) sua mais nova geração de chips, chamada Ivy Bridge. As novas peças estarão disponíveis para desktops e laptops tradicionais imediatamente. As mais recentes versões de Ultrabooks terão que esperar algumas semanas. 

Ivy Bridge, da INtel.  (Foto: Reprodução)Ivy Bridge, da INtel. (Foto: Reprodução)

De acordo com a Intel, os novos chips são capazes de obter uma performance maior, mas com um consumo de energia menor. Quem revela a informação é Kirk Skaugen, chefe de um dos segmentos de desenvolvimento de processadores da Intel, que em sua declaração afirma que “o desempenho do novo processador é 20% maior, utilizando uma quantidade de energia 20% menor”. Para a Intel, esse é o grande ponto de destaque dos novos chips, pois é o detalhe que se reflete de forma mais transparente para o usuário no dia a dia.

Com tal característica, a Intel propõe que os novos chips podem oferecer uma autonomia de bateria maior para notebooks e ultrabooks que adotarem os processadores Ivy Bridge, o que é um diferencial importante para o consumidor final. Em um cenário onde o principal desafio dos fabricantes é oferecer um maior tempo de uso dos seus produtos longe da tomada, qualquer benefício, por menor que seja, é importante na missão de atrair o usuário para o seu produto.

Outro destaque é a inclusão de um transistor 3D, ou “tri-gate”, que tem como objetivo um melhor gerenciamento do tráfego e processamento de dados pelo processador. Com esse transistor, um volume de dados maior, ou atividades simultâneas do processador serão melhores distribuídas em seu núcleos, resultando em um melhor desempenho. 

Assista ao vídeo abaixo e entenda melhor como o Tri-Gate vai funcionar:

Via Engadget, Mashable e BBC

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares