Tablet

11/05/2012 15h30 - Atualizado em 11/05/2012 15h30

Apple oferece US$ 16 mi pela marca iPad, na China, mas Proview quer US$ 400 mi

Bruno do Amaral
por
Para o TechTudo

A Apple está mais uma vez envolvida em uma disputa legal: a empresa teria oferecido 100 milhões de yuans (US$ 16 milhões, ou R$ 30 milhões) à empresa chinesa Proview, pelos direitos de uso do nome iPad na China. A proposta foi recusada pela dona da marca, pois a companhia exige ao menos US$ 400 milhões, pouco mais de R$ 780 milhões.

iPad e eBooks (Foto: Reprodução/Bloomberg) (Foto: iPad e eBooks (Foto: Reprodução/Bloomberg))iPad e eBooks (Foto: Reprodução/Bloomberg)

A batalha jurídica na China não é nova. A Apple afirma ter comprado os direitos para utilizar a marca iPad já em 2009 de uma empresa afiliada à Proview, que não teria honrado com a negociação. A chinesa, por outro lado, afirma que a transação não teria validade porque a marca pertence somente a ela, e não à afiliada.

Ainda assim, a companhia norte-americana parece estar vencendo a disputa aos poucos. Em fevereiro a Proview entrou com uma ação na justiça dos Estados Unidos pedindo US$ 2 bilhões em “compensações” por “violação dos direitos sobre a marca iPad”. Na última terça-feira (8), a ação na Califórnia foi negada.

A Proview não está bem no mercado, e por isso o dinheiro da Apple viria a calhar. A empresa está em falência ao dever US$ 63 milhões (R$ 123 milhões) aos bancos chineses e a outros investidores.

Via IntoMobile, 9to5mac

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares