Jogos de RPG

08/05/2012 11h48 - Atualizado em 03/05/2016 15h05

Campeonato de StarCraft II apresentou suas feras no Rio de Janeiro

Felipe Vinha
por
Para o TechTudo

Ocorreu no último fim de semana (5 e 6 de maio) a final brasileira do Battle.net World Championship, campeonato de StarCraft II: Wings of Liberty, promovido pela Blizzard e empresas parceiras. O evento contou com os 16 melhores jogadores brasileiros do game, que disputaram vaga nas fases posteriores do campeonato e prêmios em dinheiro.

O Battle.net World Championship contou com a participação de equipes profissionais (Foto: Felipe Vinha)O Battle.net World Championship contou com a participação de equipes profissionais (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)

Com dois dias inteiros de competição, o Battle.net World Championship de StarCraft II marcou não só uma disputa entre equipes experientes no jogo, mas também a realização de um feito importante para o mercado brasileiro de games e a categoria de eSports.

Confira a galeria completa de fotos do evento

Equipes profissionais mostraram que a categoria pode e deve ser levada a sério no Brasil, e como é sadio um evento do tipo, que contou também com a participação do público. Pais e filhos resolveram curtir o final de semana no campeonato, com direito a narração de primeira qualidade e transmissão das partidas em tempo real no telão e também via Internet, o que rendeu uma emoção a mais ao evento.

Finais do brasileiro de Starcraft 2 (Foto: Diego Borges / TechTudo)Musas também estiveram presentes nas finais do brasileiro de Starcraft 2 (Foto: Diego Borges / TechTudo)

Toda a estrutura foi montada no Centro Cultural Ação da Cidadania, na bairro Saúde, próximo ao Centro do Rio de Janeiro, onde também vai ocorrer o evento Rio+20, em junho. O local abrigou participantes, público, organizadores e imprensa com uma boa estrutura, provando que foi um bom palco para os embates entre os competidores.

Bruno Pansarello, conhecido como “Pansa”, é o fundador da equipe GHN e disse que ficou muito satisfeito com o evento e seu porte. “Eu luto pela valorização do eSports no Brasil e quero regularizar a profissão de ‘player’, pois estes garotos dão duro para estar entre os melhores, mesmo começando por baixo e quase sem condições de jogar em boas máquinas”, declarou.

O Keyd Team, de onde saiu o campeão Potiguar - de bermuda azul (Foto: Felipe Vinha)O Keyd Team, de onde saiu o campeão Potiguar - de bermuda azul (Foto: Felipe Vinha)

Ao final do domingo, seis participantes “sobreviveram” aos embates, entre eles o grande vencedor do evento, conhecido como “Potiguar”, da equipe Keyd Team, que jogou com a raça Protoss e levou o prêmio de R$ 10 mil. Os seis melhores irão representar o Brasil nas finais sul-americanas, que acontecem no início de julho, em São Paulo. É de lá que sai a última leva de vencedores, que vai diretamente para a Ásia, disputar a finalíssima mundial.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Jorge Júnior
    2012-05-11T15:48:09

    apoio total aos players !