Internet

01/05/2012 14h00 - Atualizado em 01/05/2012 14h00

Cidade do futuro portuguesa irá abrigar até 225 mil habitantes

Gabriela Viana
por
Da redação

A PlanIT Valley, cidade tecnológica desenvolvida na cidade de Paredes, em Portugal, deverá receber suas primeiras casas e habitantes ainda este ano. De acordo com os cálculos da Living PlanIT - empresa de tecnologia urbana especializada no desenvolvimento e operações urbanas sustentáveis, responsável pelo projeto - a cidade deverá receber até o fim das obras, em 2015, cerca de 225 mil habitantes.

Planit Valley (Foto: divulgação)A PlanIT Valley pretende abrigar cerca de 225 mil habitantes em dez anos (Foto: divulgação)

O objetivo do planejamento é criar uma cidade-modelo que integre as soluções para inúmeros problemas urbanos da atualidade. Com uma área de 17 quilômetros quadrados, a PlanIT Valley servirá como um "ecossistema" de pesquisas e desenvolvimento das grandes empresas de tecnologia, além de abrigar residências, hoteis, áreas de lazer e até escolas.Totalmente sustentável, ela terá um sistema de iluminação mais interativo e eficiente, desenvolvido em parceria com a Philips.

O projeto, iniciado em 2009, recebeu o investimento de cerca de € 10 milhões (R$ 24.872 milhões) de instituições financeiras e mercados de capitais. Metade do valor foi revertido para o desenvolvimento de um sistema operacional chamado Urban Operating System - Sistema Operacional Urbano, que, de acordo com Steve Lewis, CEO da Living PlanIT, é "o cérebro da cidade". O sistema é o responsável pelo funcionamento e a sincronia de todas as tecnologias, incluindo as de segurança.

Em entrevista ao site SAPO, Lewis explicou que o sistema funcionará por meio do toque humano. "Em um primeiro nível, o UOS funciona através do toque humano. O sistema fornece dados aos sensores e atuadores, melhorando a eficiência dos edifícios, das infraestruturas e das cidades". O UOS é alimentado por uma gigantesca rede de sensores espalhados pela cidade. O fluxo de dados transmitidos pelos sensores são disponibilizados para os utilizadores de modo a serem usados para os mais variados fins.

Comparação com o iPhone

O CEO afirmou que a cidade se assemelha ao iPhone, uma vez que a Living PlanIT pretende criar a PlaceApps, uma espécie de Apple Store, onde será possível encontrar aplicativos que permitem a interação entre os habitantes e as inúmeras tecnologias disponíveis pelas empresas participantes do projeto.

Até agora, a Cisco Systems, a Siemens, a Microsoft, a Philips, e a IBM integram o time de desenvolvimento tecnológico da cidade do fututo de Paredes. Até a inauguração oficial da cidade, Lewis estima que o número cresça para 130 mil parceiros.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • António Ferreira
    2012-05-01T20:04:04

    eu habito nesta zona e espero vir a trabalhar nesta cidade futurista