Robótica

07/05/2012 08h27 - Atualizado em 20/06/2012 19h27

Cientistas criam robô que se movimenta com comandos do cérebro

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Cientistas do Instituto Federal de Tecnologia da Suíça conseguiram fazer com que um paciente com dificuldade de locomoção controlasse o movimento de um robô, a 100 km de distância, usando apenas a força dos seus pensamentos.

Tecnologia é desenvolvida com vistas a facilitar a vida de deficientes (Foto: Reprodução)Tecnologia é desenvolvida com vistas a facilitar a vida de deficientes (Foto: Reprodução)

O resultado foi obtido por meio de sensores, que foram colocados numa espécie de capa sobre a cabeça de Marc-Andre Duc, paciente de um hospital da cidade de Sion. Através da Internet, ele recebia imagens daquilo que a câmera do robô estava enxergando e, a partir disso, podia calcular seus próximos movimentos.

Marc-Andre Duc perdeu parcialmente os movimentos das mãos e dos pés. Para comandar o robô, que estava na sede do Instituto em Lausanne, a cerca de 100 km do hospital, Duc precisou apenas tomar decisões simples, como levantar ou esticar um dedo. Poucos segundos depois, o autômato repetia os movimentos.

Mark-Andre Duc, paciente do experimento, estava a 100 km de distância e mesmo assim conseguiu controlar o robô (Foto: Reprodução)Mark-Andre Duc, paciente do experimento, estava a 100 km de distância e conseguiu controlar o robô (Foto: Reprodução)

A ideia por trás do projeto é criar uma interface que permita a pacientes com problemas de locomoção recuperarem alguma independência, através do uso de um robô capaz de executar movimentos a partir de ordens diretas.

Em entrevista à agência AP, Duc declarou que considerou absolutamente natural controlar o robô apenas pensando nos movimentos que desejava fazer. Apesar do sucesso do teste, não há previsão de quando a tecnologia estará disponível comercialmente.

Via Daily Mail

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares