Internet

10/05/2012 17h46 - Atualizado em 10/05/2012 17h46

Quase a metade dos brasileiros conectados baixa conteúdo ilegal, diz pesquisa do Ipea

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

Não é só no exterior que autoridades estão preocupadas com a pirataria na Internet. Aqui no Brasil, alguns órgãos já estão planejando algumas medidas. Nesta quinta-feira (10), o Ipea (Instituto De Pesquisas Econômicas Aplicada) divulgou um comunicado que apresenta o estudo “Download de músicas e filmes no Brasil: Um perfil dos piratas online”.

Mercado de produtos pagos e piratas (Foto: Reprodução/Ipea)Mercado de download de arquivos piratas no Brasil
(Foto: Reprodução/Ipea)

Apresentado por Luis Cláudio Kubota e Rodrigo Abdala Filgueiras de Sousa e mediado por André Rego Viana, assessor técnico da Presidência do Instituto, na sede em Brasília, o estudo tem como objetivo identificar quais são os fatores que diferenciam os diversos perfis de usuários de músicas e filmes baixados na Internet.

Os dados servem como base para a grande discussão em torno do tema. Afinal, está sendo estudado o projeto de Lei nº 84/1999, da Proposta de Emenda à Constituição 98/2007 e da proposta da nova Lei de Direitos Autorais que prevê punição para quem fornece e adquire arquivos de maneira ilegal pela web. Ao que tudo indica, este é um passo inicial para uma legislação contra crimes virtuais no Brasil. Para ler o estudo, baixe o pdf diretamente do site do IPEA

Via Ipea

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Ewerton Silva
    2012-05-11T04:21:22

    eu ia comentar mais, mais ai baixei o filme e fui assistir

  • Valério Vito
    2012-05-12T08:29:01

    Sinceramente estou muito chocado com essa informação. Ainda mais em se tratando de brasileiros. Eu sempre achei que uns 90% da populacao baixava conteúdo ilegal na rede.